Arquivo da categoria ‘sexo’

h1

O presente que quase foi para o ralo

julho 31, 2012

#todasadoramsurpreender não é mesmo?

Eu tenho uma amiga que não faz diferente. Esses tempos atrás era aniversário de namoro da lindinha, e para dar aquela ‘aquecida’ na relação a amiga resolveu presentear aquela data com um presente experiência: uma noite incrível num motel TOP.

Passou o batom vermelho, Imprimiu aquele desconto básico na internê e foi arrasar com o bofe!

Fazia muito tempo que a amiga não frequentava esses hotéis da vida, então a moça tava respirando pura alegria naquela noite.

Papo vai, drink vem, mão alí, roupas acolá, não demorou muito pra amiga sugerir um drink com banho de banheira e teto solar. Tudo que o quarto poderia oferecer junto.Image

Relaxando na hidro massagem, que dava de frente pra tv, o casal esqueceu da vida e ficou lá cozinhando sem ter qualquer noção de tempo. Quando a pele começou de fato a derreter o namorado disse que ia sair pois não estava se sentindo bem.

Batatinha, quando ele saiu da banheira baixou a pressão e o menino quase caiu no chão, entrou correndo no chuveiro frio pra melhor. Nossa amiga pensou: xiiiii….. f-o-d-e-u a night!

Meio desolada com a ‘passada’ do boy mas ainda com alguma esperança de revival na noite a amiga decidiu sair da banheira também.

Supimpa, a amiga ao sair da banheira quase desmaiou, ao pegar a toalha derrubou 2 taças na banheira com resto de vinho, e quase caiu no chão. A cena era de terror e sangue.

Vendo estrelas e com a pressão no chão, a amiga teve que ficar uns 20 minutos embaixo do chuveiro frio pra conseguir levantar do chão. Imagina a pessoa passar mal? Poisentão, nossa amiga passou MUITO mal.

O casal só melhorou do banho depois de dormir.

A noite longa virou curta, ainda bem que eles já tinham dado uma boa transadinha logo que chegaram, senão o presente teria ido para o ralo, ou na caso para a banheira.

h1

“Um bom anfitrião cristão divide a carne e o pão”

maio 14, 2012

Nós aqui do “Eu tenho uma amiga” não somos lá super experts quando o assunto é religião, mas sabemos que um bom anfitrião cristão é aquele que sabe receber, agradar e acima de tudo que sabe DIVIDIR o que possui com seus ~irmãos~.

Pois bem, nós temos dois amigos que aqui vamos chamar de amigo 1 e amigo 2 que conheceram de fato essa figura rara que é o anfitrião cristão. Os dois tem muitos amigos e amigas, entre elas vamos destacar uma em especial, aquela menina super amiga sabe? A famosa AMIGA DA GAROTADA = dá tudo e não cobra nada.  Acontece que essa amiga tem um namorado que, CLARO, mora em outra cidade, o que a deixa livre para pegar deus e todo mundo nas horas vagas.

Um belo dia a amiga chegou na casa do amigo 1 e o convidou para sua festa de aniversário que seria no interior, na casa do seu namorado = anfitrião cristão, no próximo final de semana e ainda prometeu que todas as suas amigas estariam lá super dispostas a conhecerem seus amigos da Capital. O amigo 1 então prontamente ligou para o amigo 2 e o convenceu a seguir rumo a essa outra cidade para ir de encontro  ao ~tesouro~ que os esperava.

Chegado o grande o dia os amigos acordaram cedo e já colocaram o pé na estrada. Algumas horinhas depois chegaram ao local da festa e estava tudo como havia sido prometido: churrasco, cerveja, sol, gente bonita, clima de paquera e muitas meninas ávidas por ~conhecer melhor~ os tão famosos caras da cidade grande.

O anfitrião também foi muito simpático com os amigos da namorada, ofereceu-lhes inclusive a casa dele para que dormissem lá e não pegassem a estrada bêbados, um a-m-o-r de menino. RISOS.

Pois bem, o tempo foi passando e a bebida foi entrando… Quando os amigos se deram conta estavam cada um com uma menina (muy hermosas, diga-se de passagem) e se pegaram loucamente com elas até que… elas tiveram que ir embora… porque… ELAS TAMBÉM TINHAM NAMORADO. Será que é moda e a gente não ficou sabendo?

Well, moralismos à parte (afinal quem nunca pegou gente comprometida e/ou deu uma puladinha de cer… hum, deixa pra lá) Os amigos se viram lá sozinhos e resolveram :

1)      ir dormir? R: NÃO

2)      continuar bebendo até não poder mais? R: CLARO.

Beberam, beberam e beberam até que a amiga resolveu com a cara mais deslavada possível dar AQUELA dispensada no namorado dizendo: “Amor, vai indo pra cama vai? Vou beber um pouco com os meninos e já vou… me espera” HUM SEI.

Continuaram bebendo e o clima foi esquentando… entre os três. A amiga (que já tinha ficado/transado com os dois amigos em momentos diferentes) não se fez de rogada e deixou que os dois começassem uma bela preliminar ali mesmo, na casa ao lado da onde o namorado estava ~esperando~ por ela.  Um brincando de ‘Eliana e os dedinhos’ e o outro recebendo um belo blow job.

A coisa foi esquentando e em um lapso de lucidez o amigo 1 se deu conta da merda que aquilo poderia dar e abandonou o barco indo dormir no quarto ao lado, já o amigo 2 seguiu à risca aquele velho ditado “o que é um peido pra quem ta cagado?” e finalizou o serviço sem medo de ser feliz.

Terminado o serviço a amiga colocou as roupas EMBAIXO DO BRAÇO e seguiu PELADA até o quarto do amado. Tá achando que ela virou pro lado e dormiu? Virou nada! Aproveitou o embalo e já cumpriu seu dever de namorada! Disposição é isso minha gente.

No dia seguinte, ainda meio bêbado o amigo 1 acordou, foi se lembrando dos últimos fatos da noite anterior e tremeu :“Caralho, será que amiga ta dormindo no outro quarto?”. Saiu correndo já prevendo o rebosteio que ir dar se o namorado visse a suposta cena do crime. Por sorte encontrou o amigo 2 dormindo tranqüilo e sem pensar duas vezes o acordou dizendo: “Vamos embora daqui antes que alguém desconfie de algo” e saíram praticamente fugidos do sitio de volta à Capital.

O namorado da amiga acordou belo e faceiro algumas horas depois super feliz e ainda mais apaixonado pela namorada. Da próxima vez, é capaz de servir até cafezinho antes de eles irem embora.

É isso que a gente chama de SOLIDARIEDADE.

h1

Presente de aniversário Gringo

novembro 21, 2011

Gente phyna é quem vai de férias para Europa, né não?

Eu tenho uma amiga que  decidiu não fazer diferente. A linda não só tirou umas férias e foi para Europa, como foi passar seu aniversário em terras holandesas, na sempre divertida Amsterdam.

Entre passeios, museus, bikes e coffeshops a amiga estava na vida que pediu para Deus.

No dia do seu aniversário rolou space cake com velinhas! Ela começou a noite ali mesmo no bar do hostel com os novos amigos de algumas partes do mundo. Mesmo com seu low budget a amiga queria comemorar a noite toda linda tomando todos os drinks do bar hostel.

Não pensou duas vezes em contar para o Barman que era seu anivesário… Assim ficava mais fácil barganhar por drinks.

Com seu sorriso brasileiro nem precisou né, a amiga comecou a faturar drinks sequenciais, fazendo goles em loopings animados em meio a todos aqueles gringos.

Percebeu que o barman estava sendo muito mais do que simpático com ela, e papo vai papo vem, a amiga ja sem saber sua própria nacionalidade foi parar no banheiro coletivo do Hostel no maior dos amassos com o barman gringo. Isso mesmo minha gente, lá no banheiro COLETIVO!!!!!!!

Sobe e desce mão a amiga trabalhou gostoso como se fosse a última vez… não poderia ser diferente bem no dia de seu aniversário, afinal não e todos os dias que se passa o aniversário na Europa não é mesmo?

No final Happy B-Day ele disse, que fofo.

A amiga saiu toda  feliz e contente do hostel  para fumar seu cigarrinho pelas ruas do Red Light District. Próxima parada:  um coffe-shop diferenciado e assim consecutivamente durante toda noite.

P.S. tem outra amiga que passou por situação bem similiar, mas essa história fica pra outro post.

h1

Conhecendo a sogra

setembro 28, 2011

Eu tenho uma amiga que, em um dia muito ruim, conheceu um homem muito bom, ficou com ele e, depois de alguns dias, decidiu fazer a manutenção e mandar uma mensagem marota perguntando por onde ele andava e o que andava fazendo. Depois de uma breve troca de palavras, ficou combinado que os dois iriam “fazer alguma coisa” no dia seguinte.

Passadas 24 horas, a amiga estava jantando quando o boy magia (e digo MAGIA com muita ênfase) ligou convidando-a para tomar umas em algum bar. Beleza, ela foi pra casa, se arrumou e o bonito ligou de novo dizendo, em outras palavras: olha, vamos pular a parte burocrática, você não quer vir direto aqui pra casa, não? Ela topou, é claro – essa amiga não é muito chegada em enrolação.

E lá se foi ela pra casa do sujeito. Chegou, estava ele lindo, com aquele visual estupidamente charmoso que emana da soma chinelo + bermuda + moletom. Se cumprimentaram com um beijo, a bonita cheia de amor pra dar, aí eles entraram em casa e… Eis que eles não estavam sós.

Aqui, caros, entra uma reflexão muito válida, a meu ver, para a sociedade moderna. Quando um sujeito chama uma moça para dormir na casa dela, o que a moça deve pensar? “Ele mora sozinho.” Ou “ele mora com um brother”. Ou, na pior das hipóteses, “ele está sozinho em casa, a família foi viajar”. Certo? Errado. Pelo menos para este cidadão, que legalizou o sexo casual e leva a mina com quem ele está saindo pela segunda vez pra transar em casa, SOB O MESMO TETO QUE O PAI E A MÃE.

A cara da amiga foi quase no chão quando ela se deparou com o candidato a sogro na cozinha. Foi o “boa noite” mais sem graça que ela já disse. Para o cara, a coisa fluiu muito naturalmente. Ele a levou para o quarto e, né, os detalhes sórdidos do restante da noite a gente não precisa compartilhar.

Aí a linda acordou no outro dia de manhã no maior chamego, deu mais um pouquinho, tomou um banho e estava planejando ir embora muito de fininho. Só que quando chegou ao portão, o boy tinha esquecido a chave. No que ele voltou pra buscar, quem apareceu? O pai de novo? Não, muito pior. A MÃE.

Minha amiga disse que a mão dela nunca suou tanto na vida. E a sogrona, em vez de fazer um carão, resolveu ser simpática. Disse: “RÁ, achou que ia fugir de mim, né?”. Foi lá, abraçou, perguntou o nome, convidou pra almoçar (!!!!!!!). Aí o bonito voltou, também com cara de sem graça, tentando cortar o momento bizarro, quando a mãe dele perguntou para a amiga: “você estava com ele na sexta?”. A amiga: “não, por quê?”. E a mãe: “não, nada, é que eu fiquei cabreira com a história da garrafada, você viu que horrível que está esse machucado na testa dele, minha filha?”.

A amiga fez cara de conteúdo, olhou, riu, até comentou alguma coisa e, finalmente, conseguiu ir embora. Mas foi bem pensando que deveria é ter virado para a mulher e falado: “minha senhora, a senhora ta achando que eu vim aqui pra botar reparo na testa do seu filho? CÊ JURA?”. Tenha dó.

h1

Vida de solteira – Esse eterno episódio de seinfeld em looping.

setembro 26, 2011

Todo mundo sabe que a vida de solteira é essa eterna brincadeira com mix de armadilha de satanás, mas as vezes o roteirista da vida é tão infame, tão infame que a vida começa a virar um episódio de Seinfeld em looping infinito. É exatamente isso o que aconteceu com uma amiga cuja a história vamos contar a seguir.

A amiga em questão é solteira e adora cair na noite. Eis que em uma dessas noites ela foi em uma super festa e estava lá, bela e faceira dançando enquanto seus amigos estavam devidamente ocupados. De repente, não mais que de repente chega um moçoilo e puxa conversa. A amiga nem dá ouvidos e fala “Moço, entao.. Não quero conhecer ninguém não, to aqui me curtindo etc” e o moço insistiu “Mas deixa eu só te conhecer, pegar seu telefone, te achei interessante… Te observei a noite inteira.” ‘Tá bom vai, vamos la fora fumar um cigarro”.Foram, e amiga não tava fazendo nada mesmo e resolveu dar uma chance pro rapaz. Se beijaram e ui, o rapaz beijava super super super bem. ‘Huuummmm, com um beijo assim imagine o resto” pensava a amiga enquanto o rapaz desfiava mil elogios à amiga ‘Como você é linda” “É um PRIVILÉGIO te conhecer” etc. Foram pra casa da amiga, que mora sozinha, e tiveram uma noite memorável. Super conexão, tudo lindo, o moço era bom em tudo. Ui. Ao sair da casa dela pegou seu telefone e disse que retornaria assim que voltasse de viagem, o moço é fotógrafo e foi fazer umas fotos fora da cidade e a moça lhe deu um beijo e suspirou pensando “Acertei na loteria, um fuck buddy bom de cama e interessante”. Porém, como diz uma outra amiga: ‘Jacaré ligou? Nem ele”. Sumiu do mapa! Nem sinal de fumaça ele mandou. A amiga ficou magoada, e mesmo sabendo só o primeiro nome dele ainda tentou fazer um stalking, sem sucesso. Ficava criando teorias “Por que raios ele não me ligou? Será que eu fiz algo de errado? Será que o cel foi roubado?”. Bom, a paranóia durou 1 semana e meia porque né? A vida anda e não dá pra ficar esperando nada de ninguém.

Eis que, uns DOIS meses depois a amiga havia combinado de ir na mesma festa onde conheceu o rapaz, e um amigo dela, que estava na primeira vez e também o conheceu na ocasião, estava lá antes dela e o rapaz o reconheceu. Perguntou sobre a amiga, disse que tinha a procurado mas que o telefone que ele havia anotado estava errado, pediu o certo para o amigo dela que prontamente disse “Relaxa ela vem aqui e te passa pessoalmente” Nesse momento a amiga estava saindo de um bar e recebeu uma msg do amigo “Amiga, você não vai acreditar. O fotografo ta aqui e perguntou de vc. Disse que ta com seu tel errado, por isso o sumiço. Disse que vc tava vindo pra passar o certo!” Ui! A amiga super se animou, ficou passada com a historia toda e CLARO foi lá fazer o que tinha de ser feito. Chegou na festa e em 5 minutos eles se encontraram, e em mais 5 ficaram. Tudo lindo, o moço pediu desculpas, super beijo again… só no romance. Foram embora juntos e a noite deles foi ainda melhor! Porém, depois de um tempo a amiga acorda com o moço se vestindo meio apressado e não eram nem 10 da manhã” ‘Por que vc vai embora? Fica aí vai” pediu. “Não, não posso, tenho que ir etc” a amiga desconfiou, mas ok. Aí disse “Ué, não vai anotar meu numero certo?” “Ah, claro! Aproveita e anota vc mesma”. Tolinho… rs. O moço possui um Iphone e todos sabem que basta vc colocar os primeiros números que o contato correspondente aparece e… O NUMERO DA AMIGA APARECEU. Ha ha ha. Na hora ela riu e disse ” Ih, essa história de numero errado não colou hein? Olha o meu número aqui”. Vish, o moço ficou hiper sem graça e deu aquela desculpa esfarrapada. A amiga é claro, fingiu que aceitou mas assim que o moço foi embora ligou o computador e foi stalkear baseada nas informações colhidas na noite anterior. O moço trabalha com um fotógrafo famoso e tinha dito isso, claro que a amiga lembrou e não demorou nem 10 minutos para achar o perfil dele no facebook. E NÃO É QUE O RAPAZ NAMORA MINHA GENTE? (Uma namorada bem desprovida de beleza, diga-se de passagem) e pelo o que a amiga pode perceber, esse namoro não é de hoje não. Fotos de aniversários de familiares e ele lá pagando de namorado fiel. AHAM, SEI. A amiga não se fez de rogada e mandou uma mensagenzinha pra ele no Fb “Queridinho, não precisava de toda essa história…” (E não obteve resposta, por supuesto) E não precisava mesmo!Mentiroso compulsivo e sem caráter foram as duas primeiras coisas que vieram à cabeça da amiga. E só ele quer ser esperto né? Aff. Insistiu pra ficar na primeira vez e depois inventa uma historia absurda que não foi capaz de sustentar. Coitada da namorada, que provavelmente deve se sentir a mulher mais amada do mundo e na verdade tem um belo de um zé mané ao seu lado.
Ah sim, e tem a cereja do bolo! No perfil do moço, na parte da auto descrição está escrito “SOU UMA PESSOA MARAVILHOSA” (Não vou rir, não vou rir, não vou rir, não voKkkkkKKKkkkKkk)
A parte triste da história é que a amiga havia falado para o amigo que estava com ela na balada pra ele dormir na casa dela pois era mais perto da festa e havia um quarto sobrando. Porém, ela trancou a porta e deixou o celular e capotou depois da noite animada que teve. Quando pegou o celular haviam mensagens e ligações e ela queria morrer! Comprou um presentinho de desculpa, mandou mensagem mas ainda não obteve resposta. O amigo ficou mesmo magoado.

E é essa a vida que vai sediar a Copa de 2014 AND as Olimpíadas de 2016. RYSOS.

h1

Na cama, no banho, na banheira…

setembro 12, 2011

Eu tenho uma amiga que vive intensamente seus dias e tenta aproveitar ao máximo todos os momentos.

Num final de semana que seus pais viajaram ela nâo pensou duas vezes em curtir os confortos do apartamento familiar e convidou seu gatinho para jantar no lar. Aproveitou pra mostrar o quanto é prendada e fez um jantar ótimo regado a muito vinho.

No dia seguinte só sobrou a ressaca claro e a preguica imensa de fazer qualquer coisa. Nesse momento eis que surge sua grande idéia de tomar um banho romântico de banheira.

Motel em casa? Foi esse o “feeling”.

Sabonete vai, sabonete vem, o casal todo feliz na banheira, quando num momento totalmente inesperado a porta se abre… tam tam tam…

Ninguém mais nem menos que o Pai da garota surpreende o pombinhos alegres na banheira.

Imagina o mais flagra da vida?

Poisé, esse foi o maior flagra da vida da minha amiga, que ficou por 1 mês sem conseguir olhar na cara de seus pais.

h1

Amiga de filha da puta!

novembro 12, 2009

Eu tenho uma amiga que numa bela noite de ócio foi na casa de uma amiga. Depois de uma meia hora chegou outra amiga com dois amigos gays…

Conversando putaria pra lá, pra cá, uma amiga veio e falou:

- Putz, to mal, peguei um cara que fulana tava afim…

A outra pensou um pouco e respondeu:

- Putz, eu tb peguei um cara que a mesma fulana tava afim…

A terceira se vangloriando de não ter feito essa cachorrada foi surpreendia pelas duas amigas:

- HAHAHAHAHAHHA vc tb pegou um cara que a mesma fulana tava afim…

Poisé, amigo de filho da puta é assim: deu mole, créu! ficadica

(detalhe que cada uma furou os olhos da amiga em épocas distintas)

h1

Festa no apê!!!

maio 27, 2009

festa no ape

Mais uma da categoria.. Eu tenho um amigo!
A festa estava à toda. Galera comendo, bebendo muito e mandando uns aditivos pra dentro. nada de muito absurdo, mas o suficiente pra que o local virasse um convite àquilo que todo mundo gosta.

Estavam lá, o amigo e a vítima do momento, já devidamente encaminhados e devidamente altos a ponto de não disfarçarem muito a empolgação aos convidados presentes. No agarra daqui que eu puxo dali, subiam e desciam escadas em busca de um quarto vago. Nada. Nem banheiro, nem cozinha, nem churrasqueira… O amigo louco querendo comer a menina, e ela provocando a todo momento: era mão que descia por cima da  calça, alça do sutiã que descia e mostrava mais do que devia, hora dessas num canto ela literalmente desce a calça e mostra tudo o que o amigo teria se eles arrumassem um maldito quarto pra “furunfar”.

Eis que numa tentativa perdida na suíte, a porta abriu. luz apagada, entraram sem maiores cuidados e logo ouvimos que tinha mais gente naquela porra. Nem tempo pra desanimar deu, pois quando ameaçaram virar pra trás, ouviram uma amiga (que estava ali se arrumando com um fulano que eu nunca viram mais gordo) chamá-los pelos nomes e dizer “se vocês quiserem a gente divide a cama”…

Como assim, meu camarada? Pra já…!

Ela, que ainda estava amassando o cara, não se incomodou quando o tesão do amigo e sua companheira correspondeu automaticamente à proposta. A garota arrancou  calça do amigo, a amiga perdeu o sutiã nas mãos do camarada. A tal amiga era bem gostosa – O amigo não ia perder a chance de desfrutar de dois prazeres de uma vez só…

Bizarramente não rolou troca de casal em momento algum, por mais previsível que fosse isso. O amigo e o cara ficaram por baixo, e as delícias foram pra cima. Todo mundo se olhando, e a parada rolando solta, deliciosa toda vida. A garota ficou mais gostosa ainda ao lado da amiga, e resolveu soltar o boquete antes da tal, que olhava pra menina  chupando o amigo e fazia cara de estar adorando tudo aquilo. Foi dificil segurar pra nao acabar rápido demais. O amigo até perdeu a noção do tempo…  E mesmo sem misturar a galera (o amigo ainda não sabe porque mantiveram essa “distância”), nos intervalos se masturbavam olhando uns pros outros. No fim, depois de chegarem lá algumas vezes, o segundo casal os deixaram no quarto com a cara de que haviam satisfeito muito mais do que duas pessoas…

Com os outros quartos esvaziando noite adentro, com mais bebida e barato rolando, acabaram batizando tudo o que era cômodo daquela festa. Uma ÓTIMA festa, sem dúvida…

h1

Ela, ele e o cavalo incoveniente

dezembro 15, 2008

Eu tenho uma amiga que está de bofe novo. No maior clima tô louca, ela largou tudo e foi passar uma semana de amor com o querido na Bahia, phina!

Segundo ela, foi uma COISA! Tudo era motivo para sexo. O que é um casal novo empolgado, não é mesmo minha gente? Disse que acordava: SEXO. Almoçava: SEXO. Tomava Banho: SEXO. Ia pra praia: SEXO. E antes que as leitoras deste blog morram secas de inveja, vou parar esta descrição por aqui.

Certo dia a amiga e seu love affair decidiram, a la Tainá, tomar um banho de rio.

- Cara, a gente tava lá, começaram a rolar umas brincadeirinhas que terminariam no ponto comum de sempre: SEXO.  O clima estava esquentando. Foi quando olhamos pro lado e… tínhamos companhia!

- Puta merda, hein – comentei com toda minha feminilidade. Quem era o encosto?

- Hahahahahaha. Meu. Entrou um cara no rio… ele e seu CAVALO!

-Cuma?

- Sim, o cara resolveu dar banho no cavalo do nosso lado…

Ah, tá. Sexo com animais e proibido. Juntaram seus trapinhos e foram trepar em outro lugar.

h1

Teje Preso

dezembro 9, 2008

Dizem que quem vive de passado é museu, mas eu discordo. Quando a história é boa, vale a pena relembrar. Neste caso, só a história, o bofe em questão… bem, deixa pra lá. Mas essa é ótima, euagarantiú!!!

Eu tenho uma amiga que pegava um cara aê há um tempo atrás com certa freqüência. Apaixonadona por ele, minha amiga topava fazer as coisas mais 13(6×10²³) pra tirar aquela casquinha do moço. Os dois não tinham dia, nem hora, e muito menos local para se engajarem numa boa pegada. Pelas circunstâncias envolvidas no rolo deles, um de seus lugares preferidos para isso era o carro da moça.

Um dia, minha amiga e o bofe ficaram no bar até tarde, encheram a cara e, antes de irem embora, resolveram dar umazinha básica no banco de trás. O doido tinha que pegar um ônibus na rodoviária do Tietê em, tipo, uma hora, mas quem se importa, não é mesmo? Mandaram ver e estavam lá na maior diversão quando, de repente, minha amiga olha pra fora do carro pelo vidro embaçado e vê um CARRO DE POLÍCIA passando devagarinho ao lado. A menina gelou geral! Porém…

Ou os policiais eram muito lesados e não viram, ou eles decidiram simplesmente não se intrometer. Também podem ter dado uma de voyeur e curtido a cena, vai saber. Mas passaram reto. Ufa! Mas pensa que isso aí abalou o tesão do casal? Jamais, meu bem. Continuaram firme e forte até terminar o que começaram. Saíram correndoe infringindo leis de trânsito depois por causa do atraso, mas saíram felizes!

Ah, detalhe importante: sabe onde eles estavam? Manja a esquina da Joaquim Eugênio de Lima com a Alameda Jaú, proximidades da Avenida Paulista, rota de vários pedestres e região cheia de botecos? Então, ali. Lugarzinho discreto!

Essa foto me dá vontade de cantar: “it’s fun to stay at the YMCA…”

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: