h1

Ói… Ói o trem…

agosto 28, 2008

Eu tenho uma amiga que certa vez passou um bom tempo lá pelas bandas do velho mundo. Foi visitar dois grandes amigos em Barcelona, e a viagem que era pra ser turística se tornou etílica. A bela que pretendia passar apenas 4 dias na cidade acabou ficando oito! Tudo isso por conta das ressacas e consequentemente dos atrasos para pegar o trem até Paris, seu próximo destino.

Depois de perder o trem pela segunda vez, minha amiga decidiu sair para a sua ” derradeira despedida” da cidade pois estava convicta que no dia seguinte tudo iria dar certo. Ledo engano.

Primeira parada: Um bar chamado El gato Negro.  Mal sentou e chega um drink pirofágico em sua direção… Uma mistura de licor de menta com não-sei-mais- o quê. Dá-lhe garganta a dentro! Mais uns 3 e ela esquecia que no dia seguinta á tarde iria viajar.

Segunda Parada: Um balada de 5 andares ( veja bem.. CINCO)  as 3 e meia da manhã. Boa coisa não ia dar mesmo, então a amiga entrou e dane-se a cidade luz que eu quero beber! Bota um mambo quente aí DJ! Entrou e depois de mais ou menos uma hora já havia esquecido seu nome e se perdido de seus comparsas. Para passar o tempo resolveu acender um cigarro…. EEE chegou o segurança sem mais nem menos e a expulsou da balada! Como assim meu deus?!?!?! Bom, parece que o fumo ( de cigarro mesmo, não de cigarrinho do capeta) era proibido. E óbvio que a amiga bebada não sabia, e mesmo se soubesse, no então estado já não distinguia mais nada.

Xingou Deus e o mundo de todos os nomes possíveis mas ao sair da balada avista um moço vendendo cervejas no isopor. Sem negar o sangue tupiniquim a amiga pensa ” Ah vou tomar umas aqui né… E esperar a galera sair”. Cerveja vai… cerveja vem… e nada.

Sem mais, nem menos como uma coca-cola no meio do deserto surge vindo do Olimpo um rapaz de origem nórdica e pele branquinha vindo na sua direção. ” Ai meu Deus” .  E não é que o rapaz  começa a conversar? Pra que né…. Não deu meia hora para todo o charme brasileiro conquistar o garoto.

A amiga ia enrolando um inglês com portunhol pela rua e quando viu já estava dentro do carro a caminho da casa do menino. Bom, tá no céu … Abraça o Deus nórdico! Acordou lá pelas 5 da tarde de ressaca mas com aquele sorrisinho no rosto. O Moço todo apaixonado e ela pensando em como seriam seus filhinhos suecos até que lembrou que ela estava sem celular, que não sabia o número dos seus amigos, que supostamente iria para  Paris as 5:30h e que afinal eram 5 da tarde!! Saiu se vestindo e correndo e o moço tentando ajuda-la… Quando chegou na casa dos seus amigos só ouviu a resposta no interfone após dizer quem era: ” PQP!!!!!!! Já ia chamar a polícia sua maluca!!! Você perdeu o trem de novo!”

A amiga: ” Poxa!!!! Foi por uma boa causa! “

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: