h1

Noite de núpcias

setembro 7, 2008

Eu tenho uma amiga que, um dia, me proporcionou um dos dos momentos mais engraçados da minha vida, desses de rolar no chão com dor de estômago de tanto rir.

Uma outra amiga casou e eu e mais duas fomos madrinhas. A festa foi na casa dos noivos. Todo mundo encheu a cara, se entorpeceu etc e tal, como de costume, e é óbvio que alguns casais, além dos recém-casados, fizeram sucesso na noite. Um desses casais foi minha amiga e um dos padrinhos. Os dois se pegavam esporadicamente, nada sério. Nesse dia, se pegaram e, no meio da festa, deram um sumiço. Hum, safadinhos, né? Vocês não têm idéia.

A minha outra amiga madrinha me disse uma certa hora que estava com sono. A noiva ofereceu o quarto dela e do marido pra que ela fosse puxar um ronquinho. Ela foi. Passados cinco minutos, ela voltou com os olhos arregaladões: “Então, não dá pra dormir lá, não. Tem gente fazendo sexo”. A noiva disse que não, que não era possível, já que a filha dela, de uns 4 anos, estava dormindo lá. Fomos as três averiguar.

Adentramos o corredor e a noiva abriu a porta do quarto com tudo, enquanto falava:

– Imagina, fulana, a nenê tá aqui dormindo e… Gente!!! Estão trepando em cima da minha filha! Fulana, sai daí!!!

Tivemos uma crise de riso inexplicável. Tudo bem que a gente ri de tudo, mais ainda quando estamos juntas, mas aquela foi demais. Recuperadas após uns 15 minutos, abrimos a porta do quarto da frente e constatamos que a pequena havia sido removida pra lá e estava no décimo sono em cima de um colchonete, no chão. Revoltada, a noiva protestou contra o ocorrido, já que estava violando a cama onde ela ia passar a noite de núpcias. Mas pergunta se o casal se abalou? Nem aí. O cara ainda levantou, PELADO, e fechou a porta!

Óbvio que compartilhamos essa história com todos os convidados que conhecíamos, se bem que a gente mal conseguia contar, de tanto que ria. E a noiva dizia:

– Eu só vi uma bunda branca se mexendo em cima da minha cama, que horror…

Depois, reaparece a nossa amiga que havia sumido com o cafuçu, feliz e contente, cantarolando e pergunta:

– E aí, gente, o que é que está pegando?

Nem te conto, fia.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: