h1

Traaasssshhhhh

setembro 26, 2008

Com tamanho sucesso do blog, nossos AMIGOS também se animaram na divertida empreitada de divulgar suas histórias treze e cabeludas na internéé, esse veículo de informação tão útil não é mesmo minha gente?!?! Ainda mais quando a utilidade é escrachar a vida própria e alheia.

Lá vai…

Eu tenho um amigo… Um não, eu tenho uma TURMA de amigos que se contar ninguém acredita de tão zuado. Óbvio que se não tivesse acontecido com eles eu não acreditaria devido ao teor medonho da história.. How low can you go….

Tudo começou em uma sexta pré carnaval, nós iríamos todos para São Luis do Paraitinga . Uma parte da turma resolveu ir dormir cedo na sexta e se guardar para os próximos 4 dias que nós já sabíamos que não iriam ser fáceis. Outros três integrantes do sexo masculino ( que aqui serão denominados de amigo nº1,nº2 e nº3)que comem cocô resolveram ir onde??? Na trash 80´s- Sem maiores explicações porque o nome já diz tudo.

Chegaram ao recinto completamente embriagados e nos 5min do 1º tempo o amigo nº1 já começou a se engraçar com uma morena bem gatinha e como é de praxe pegou primeiro e só depois foi conversar e ver se valia a pena mesmo. E não é que valia? Eles bateram um super papo, o bejio era bom, a menina bontininha, a conversa entre os catos era ótima e obviamente ele acabou trocando telefone e ficando de namoradinho com ela a maior parte de tempo. Solidário que é ficou sabendo que sua moreninha estava acompanhada de sua prima que por sinal também era bem gatinha e com cara de pistoleira (de que sabe fazer bem o negócio. Sic) e resolveu agitá-la para seu amigo nº2.

Como todo homem ( inclusive nosso amigo nº2 que no geral não faz o tipo guerreiro) não resiste à uma vagabunda, não pensou meia vez e correu pro abraço. Os relatos foram que depois dessa mina  o nosso amigo nº2 exorcizou o bonzinho que lhe possuía e virou o maior pegador da noite! Mas obviamente que a quantidade de meninas era inversamente proporcional ao nível delas. DÁ PRA IMAGINAR? Pelas contas dos nossos amigos nº1 e nº3 o estrago foi feio e ele chegou a pontuar mais de 5.

Lá pelas tantas o amigo nº 1 já estava fazendo promessas pós-carnaval para a moreninha gostosinha e o amigo nº3 que estava sumido pelos cantos daquele antro de perdição desde o começo da noite, reapareceu dizendo que o nosso amigo nº2 ,O pegador, estava passando mal no sofá. Ah vá! Num tem quem diga né? Depois de beber e pegar todo mundo, surpresa seria se ele estivesse lá dançando sendo xavecado pela Gretchen.

Quando nosso amigo nº1 foi ver o estrago, o nosso amigo nº2 estava jogado no sofá com –segue a descrição do amigo nº1- “UMA COISA GORDA,,, MAS MUITO GORDA,   A MINA ERA ALGO MUITO GRANDE ,,, O DIAMETRO DO BRAÇO DA MINA ERA MAIOR QUE MEUS OMBROS ……ERA ALGO QUE DAVA MEDO” (Afffeeeeeeee)

Então o amigo nº1 foi chegando perto e viu que tinham uns gorfos no chão oamigo nº2 todo gorfado tentava murmurar algo como – Saaaaaiiii Dãããããquiiiiiii pra aberração e a tal bola de sebo insistia em ajudá-lo ( ajudava beijando). O amigo nº1 vendo o desespero de seu comparsa falou para a moreninha gostosinha que seu amigo estava mal e que ela esperasse que ele resolveria situação em dois tempos. Ahãm

Chegou lá e botou moral. Disse pra rolha de poço que ele iria cuidar do amigo e adivinhem qual foi a resposta? – “ Mas EU estou com ele” ( Ah jura? E vc faz tão bem pra ele né?). Disse que estava cuidando dele mas pela cara de tristeza do nosso amigo ela tava tentando mesmo era fagocitá-lo com aquele corpo imenso.

Nosso amigo nº1 pensou: Tenho o que salvá-lo!!! Mas como?? Quem poderá nos defender???

A primeira coisa foi arrancar a menina a força dali mas devido a sua massa corpórea seria difícil, mesmo do alto dos seus 1.90m de altura sua integridade física estaria ameaçada.

Logo, em um ímpeto de coragem+-desprendimento+ solidariedade+falta de noção+ fome de cocô ele fez o improvável: Enquanto a COISA discutia com ele e o amigo nº2 suplicava no sofá, ele tascou UM PUTA BEIJO NA BOCA DA GORDA. (!!!!!!!!!!) Aí não teve jeito né segundo ele sentiu apenas aqueles braços enormes o espremendo numa espécie de abraço.. Tipo uma prensa mesmo. Nessa hora descobriu porque nosso amigo nº2 estava passando tão mal. (5 conto que a mãe dele dizia pra ele quando criança “ Como você não gosta de cebola?? Nunca nem experimentou muleque!” Aí, Ó! deu nisso). Só depois de uns 15 min (uma eternidade) quando o nosso Super man já estava quase sem ar morrendo asfixiado e esmagado ela o soltou… Ufa.

Sem pestanejar aproveitou a deixa jogou aquele trapo humano do nosso amigo nº2 nos ombros e foi pra fila pagar e ir embora… Nisso ele olha para trás e está o nosso amigo nº3 SIMIJANDO de rir e a moreninha gostosinha olhando pra ele com cara de espanto e obviamente puta da vida.

A moreninha gostosinha que estava na dele nunca ligou mas pelo menos ele salvou o nº2.

Conclusão: Salvou um amigo mas perdeu a buceta. Aliás, trocou a picanha por um monte de colchão mole… Que nojo…

Hahahahahahahah ( Risada Maligna)

Post também publicado no blo http://eutenhoumamigo.wordpress.com

2 comentários

  1. Tá, eu já ouvi essa história e lembro quem é o amigo nº 1 – até pq é óbvio, não é mesmo? Mas to com dificuldades pra lembram quem são os amigos 2 e 3. Alguém me refresca a memória, plis!!!


  2. Que MEDA!



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: