Archive for the ‘fofoca’ Category

h1

Larga a véia lagartixa!

fevereiro 26, 2010

Eu tenho um amigo que, hoje mesmo, aproveitou o ócio pra postar uma historinha no twitter – @orsolini

Ambiente Inóspito

Caros leitores, essa história que vamos contar abaixo foi narrada por uma amiga de uma amiga, que é policial e, por conta de sua profissão “privilegiada”, tem acesso a esse tipo de informação horrenda. AVISO: tem estômago fraco? Então, pare por aqui. Ouvi de um amigo que “se essa história tivesse sido filmada, poderia se tornar o novo ‘2 girls, 1 cup’”. Os fortes podem prosseguir.

Era uma vez uma senhora idosa que foi fazer um exame ginecológico em um hospital público. Chegando lá, o pobre médico de plantão (que, independente de quem fosse, não merece fazer papanicolau em velhinhas) introduziu aquela bagaça no útero da paciente para coletar o material necessário. Tudo corria bem quando o médico detectou a presença de um corpo estranho no interior vaginal da senhora. E pior: um corpo que se movia.

Assustado, o médico perguntou à senhorinha se ela havia praticado o coito recentemente. Ela respondeu que não; porém, uns dias atrás, em busca de satisfação pessoal, ela havia feito uso de uma garrafa velha que estava jogada em seu jardim durante o ato da masturbação.

Agora, eu pergunto a você, que está lendo este absurdo: o que estava lá dentro da garrafa e foi parar dentro da periquita da velhinha?

UMA LAGARTIXA.

Que, a quem possa interessar, foi resgatada do ambiente inóspito COM VIDA.

h1

Motivo de quê?

janeiro 22, 2010

Eu tenho uma amiga… Quer dizer, o meu amigo tem uma amiga que protagonizou uma cena engraçadíssima, que ele vive contando pra todo mundo. Acho digno compartilhar com vocês.

Era uma vez uma amiga toda nervosinha que trabalhava no atendimento de uma empresa. Um belo dia, o pessoal de T.I. da empresa fez alguma cagada muito grande que prejudicou o setor da amiga. A moça não pensou duas vezes: dirigiu-se à sala do povo de T.I. e chegou armando o maior barraco, gritando com o cidadão responsável:

– Escuta, quer dizer que vocês fazem as merdas por aqui e depois sobra pra gente? Assim não dá! Vocês fazem cagada e eu é que viro motivo de XOXOTA!

De repente, todos os técnicos de T.I. que estavam quietinhos em suas mesas congelaram, tiraram seus fones de ouvido e começaram a prestar atenção na conversa. O chefe do departamento olhou bem pra cara da louca e perguntou:

– Fulana, vira motivo de quê?

E a louca continuava gritando, cheia de razão, apontando o dedo pra si mesma:

– De XOXOTA! Eu viro motivo de XOXOTA!

Após uma gargalhada geral, a bonita voltou para o seu canto puta da vida, sem entender ainda a asneira que tinha falado. A chefe da bonita perguntou a ela o que estava acontecendo e ela repetiu a história toda, usando novamente o mesmo termo infeliz.

– Motivo de quê, fulana?

– Motivo de XOXOTAAAAAAAA!

– É chacota, criatura, MOTIVO DE CHACOTA!

Depois dessa, é óbvio que a coitada virou motivou de xoxota mesmo. De xoxota, de chacota, de qualquer coisa.

h1

Me dê um cheiro, nego!

maio 25, 2009

lavanderia

Eu tenho uma amiga que dia desses foi viajar pra casa de um amigo. Ela tem uma certa paixao platônica por ele, diga-se de passagem.

Eis que a bonita dormiu lá, tomou banho, café, etc e tal e voltou no dia seguinte. MAS NAO PEGOU!

Num belo momento a nega vira pra uma outra amiga e diz:

– Posso te contar uma coisa?

A amiga curiosa, claro, respondeu prontamente:

– CLARO!!!!!! Manda!

A amiga advertiu:

– Promete que você não vai rir?

A outra, mais curiosa, juoru de pés juntos que esboçaria nenhuma reação jocosa.

– Então, sabe quando eu dormi na casa de fulano? Eu tomei banho lá.

– Tá… e aí?

– Tinha uma camiseta dele no cesto de roupas sujas.

-Hum… e?

– E eu não aguentei… peguei e cheirei!

– HAHAHAHAHAHAHAHAHHAHA CUMA? TÁ LOUCA, BICHA?

– Eu tenho uma coisa com cheiro…

SOCOOOOOOOOOOOOOORRRO! Ainda em que não cheirou a cueca!

h1

Mulher (louca) tem dessas coisas…

janeiro 23, 2009

Eu tenho uma amiga que, além de curiosa por profissão, não consegue evitar de esticar o pescoço e prestar atenção em conversa alheia.

Numa destas esticadas, estava ela no meio de uma redação de uma revista feminina quando ouviu a seguinte conversa:

– Fulana, de tal revista, disse que o marido nunca viu ela sem maquiagem!

– Como assim? Disseram as outras…

– Pois é. Parece que ela sempre vai dormir depois dele e no dia seguinte, acorda uma hora antes, passa maquiagem, e volta pra cama.

SOCORRO!!!!!!

%d blogueiros gostam disto: