Archive for janeiro \28\+00:00 2009

h1

Boobless…

janeiro 28, 2009

Café em excesso pode reduzir seios, indica estudo

Da BBC Brasil

Um estudo sueco sugere que o consumo de café em excesso pode provocar uma diminuição no tamanho dos seios de algumas mulheres. A pesquisa publicada na revista científica “British Journal of Cancer” indica que a diminuição ocorre por conta de uma variação genética que atinge cerca 50% das mulheres e apenas entre aquelas que tomam três ou mais xícaras de café por dia e não usam pílulas anticoncepcionais.

Segundo o estudo, a mutação genética seria a responsável pela relação entre o consumo de café e o tamanho dos seios por afetar os hormônios femininos. Uma das explicações oferecidas pelos cientistas é de que o café contém estrogênios que poderiam afetar diretamente os hormônios das mulheres e causar um impacto no tamanho dos seios. “Beber café pode ter um impacto grande no tamanho dos seios”, disse a coordenadora do estudo, Helena Jernstrom, da Universidade de Lund, na Suécia.

Pesquisa

Para realizar o estudo, os pesquisadores analisaram 300 mulheres que não tomavam pílulas anticoncepcionais e não tinham histórico de câncer. Entre elas, 50% possuíam a variante genética.

Durante dez anos, as voluntárias responderam questionários periódicos sobre consumo de café, uso de contraceptivos e hábitos como o fumo, por exemplo.

Além disso, os pesquisadores mediram os níveis hormonais e o tamanho dos seios das mulheres. Os seios foram medidos como se fossem pirâmides – multiplicando o tamanho da base e das laterais para indicar o volume.

Ao final da pesquisa, os cientistas observaram que as mulheres com a variação genética e que tomam uma quantidade moderada ou alta de café (pelo menos três xícaras por dia) apresentaram uma diminuição no tamanho dos seios. No entanto, os pesquisadores alertam que as mulheres que bebem café não precisam se preocupar porque a diminuição não é repentina e não fará com que os seios percam todo o volume.

hahahahahahaha… é, então tá!

h1

COISA DE CINEMA

janeiro 26, 2009

Eu tenha uma amiga que ama cinema europeu, principalmente os filmes franceses. Numa época meio ‘tensa’ da sua vida assistiu Irreversible (pra quem não viu, o filme foi considerado um dos mais controversos e perturbadores daquele ano devido, principalmente, a duas cenas extremamente gráficas de estupro e assassinato. A  narrativa em ordem cronologica inversa e os angulos e rotações que a camera faz servindo para separar cada cena, também colaboram para o desconforto dos espectadores). Apesar de chocada a amiga amou o filme. Pensa que tais cenas repugnantes são belas pois transmitem toda a repugnância do estupro como se fosse na vida real.

Bom, eu assisti ao filme e também gostei bastante.

Ocorre que, não contente em assistir o filme, a amiga acabou por recomendar Irreversible a vários amigos, inclusive, bocuda do jeito que é, para os seus chefes do escritório. Avisou que tratava-se de um filme forte, porém muito bom.

Posintão, dizem por aí que boca fechada não entra mosquito, não é mesmo?

Acreditem!

Na semana seguinte, a amiga tomou “aquela” bronca do chefe, pois o rapaz foi ao cinema com uma nova namorada, e, querendo agradar a menina com um belo filme francês, tentaram assistir Irreversible.

Qual fora sua surpresa quando do início da cena de estrupo: a namoradinha que esperava ver Amelie Poulain entrou em pânico, começou a chorar, deu 3 piruetas e saiu correndo do cinema, terminando a relação com o chefe.

Poiséeeeeeeeeee…..

Hoje a amiga evita recomendar filmes…. pois gosto é igual a KKKKKKKKK!

h1

Carrinho de mão…

janeiro 26, 2009

Eu tenho um amigo que lá pelos seus 15 anos tinha uma namoradinha. Pra coisa poder dar uma esquentadinha de vez em quando, eles combinavam de se encontrar depois do colégio na casa da menina. Lá, sozinhos, eles tinham mais liberdade e abaixavam o famigerado fogo no rabo dos adolescentes semi virgens.

Um belo dia a bonita ligou pro bonito e combinou uma pegação depois da aula. Ele, MUITO ROMÂNTICO, passou antes na FEIRA e comprou um pastel. Lá foi a delicadeza em pessoa, cheirando a gordura e com salsinha no dente dar uns beijos em sua amada.

Chegando lá ele entrou e ela pediu para que ele esperasse no sofá. Como o tal amigo nem tava muito afim de conversa, continuou comendo seu pastel enquanto pensava em tudo, menos na menina. 

– Meu,eu tava lá, comendo o pastel e eis que a mina surge: de colã roxo, sabe aqueles de ginástica?

-SEI!

– De bota preta, cano alto, salto e bico fino, sabe?

– SEI

-Dançando “carrinho de mão”, aquela música do Terrasamba, sabe?

-NUOOOOOOOOOOOOOOOOSSSSSA! SEI! Mas POR QUE??

– Porque ela achava sexy, sensual.

 

 

Sem mais.

h1

Obamis!

janeiro 26, 2009

Eu tenho uma amiga, não só uma, mas várias, que amam o tal Mussum, principalmentis falarzis comis o negaozis.

Encontraram por aí no mundo internético uma ferramenta pra traduzir frases do bom português para o bom “mussumzês”, acredita? Posié, demais!

E eis que ela surge, toda bacanudis para o vosso deleitis. É só digitar a frase que você quer traduzirzis e clicar “TO MUSSUM” e ver a mágiquis acontecerzis. Vai lá!!!

http://mypix.terra.com.br/blog/2009/01/22/fale-como-o-mussum/#comment-1104

0338_mussum_obamis

h1

Poesia que salva!

janeiro 26, 2009

Eu tenho uma amiga genti que gosta mais da poesia de Clarice do que de chocolate  com morango. A mulher não se aguenta e vive mandando pequenos trechos que ilustram o esqueleto de seus devaneios. Lá vai!

Para me refazer e te refazer volto ao meu estado de jardim e sombra, fresca realidade, mal existo e se existo é com delicado cuidado. Em redor da sombra faz calor de suor abundante. Estou viva. Mas sinto que ainda não alcancei meus limites, fronteiras com o quê? sem fronteiras, a aventura da liberdade perigosa. Mas arrisco, vivo arriscando. Estou cheia de acácias balançando amarelas, e eu que mal e mal comecei a minha jornada, começo-a com um senso de tragédia, advinhando para que oceano perdido vão meus passos de vida. E doidamente me apodero dos desvãos de mim, meus desvarios me sufocam de tanta beleza. Eu sou antes, eu sou quase, eu sou nunca. E tudo isso ganhei ao deixar de te amar.

h1

Mulher (louca) tem dessas coisas…

janeiro 23, 2009

Eu tenho uma amiga que, além de curiosa por profissão, não consegue evitar de esticar o pescoço e prestar atenção em conversa alheia.

Numa destas esticadas, estava ela no meio de uma redação de uma revista feminina quando ouviu a seguinte conversa:

– Fulana, de tal revista, disse que o marido nunca viu ela sem maquiagem!

– Como assim? Disseram as outras…

– Pois é. Parece que ela sempre vai dormir depois dele e no dia seguinte, acorda uma hora antes, passa maquiagem, e volta pra cama.

SOCORRO!!!!!!

h1

Eta larica

janeiro 20, 2009

Dizem as amigas por aí que esse é um dos causos mais bizarros dos últimos dias.

Poisintão, eu tenho uma amiga que sai por aí direto de bar em bar, balada em balada. Adoradora de um cigarrinho de artista,  é assim que a gata costuma entreter suas noites quentes.

Sua família, que é bem mais careta,  já suspeitava, claro, do olhar perdido vez em quando.

Numa noite dessas, depois de algumas horas de papo pro ar em algum boteco barato, ela chegou de madrugada em casa mortinha de fome, e como sempre, atacou sem dó o que havia naquela geladeira.

Nåo mais que de repente, a amiga é surpreendida pela mae que acordara por conta de algum barulho.

A mae, assustada em ver a filha daquele jeito:

– Pelamourrrrr de Deus minha filha!!!!! Você tem que parar de fumar esses cigarros de maconha!

A amiga, mais assustada ainda:

– Que cigarro o quêe mae!!! VocÊ está louca?!?

Indignada, a mae:

– Louca??!? Peloamourrr! Você acha que eu não vejo você, toda noite, chegando em casa, abrindo a geladeira e batendo siririca?

A amiga, se contendo para nao mijar na frente da mae, berrou:

– Que SIRIRICA MAE??????!!!!!!! é LARICA!!!!!!

Kákákákakákkkkkk!

h1

Cocos e Cacos

janeiro 19, 2009

Eu tenho dois amigos que dividiram um quarto com duas amigas durante a viagem de reveillon. Tudo muito tranquilo e, como daquele mato não ia sair nem pulga, muito menos cachorro, eles resolveram jogar charme para as donzelas locais e pontuar loucamente nos últimos minutos de 2008.

As amigas estavam num pique mais tranquilo e se contentavam em tomar sol, beber, fofocar e dar risada. Um belo dia lá estavam as meninas no quadrante sagrado quando foram surpreendidas pelos boys.

– Pô meu, a gente trouxe a prancha mas esse papo de surfista não pega por aqui não, disse Leandro.

– Poisé. Vocês são tudo maria-banda. Ou melhor: a mulherada aqui é tudo maria-zabumba, disse Leonardo.

– Como assim? Divertiam-se as garotas.

– É isso mesmo. Tivemos até que mudar a história. Agora a gente não fala mais de surfe. Agora a gente fala que é da banda Cocos e Cacos. Que tamo aqui de férias, que temos cd lançado na europa e tudo, explicava Leandro.

– HAHAHAHAAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHA

As demônias, depois de muito rir da idéia de girico decidiram avisar os caras da banda DE VERDADE, sobre a história do tal de Cocos e Cacos. Avisaram a banda e quem mais passasse pela frente. A reação era sempre a mesma:

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHA

Foi quando as bonitas com encosto de Maysa avisaram que naquele dia, na balada, a Cocos e Cacos daria uma palhinha no palco, como convidados especiais – ERA A GLÓRIA!

Os meninos, que não tocavam nem campainha, colocaram o rabinho entre as pernas e nem sequer apareceram perto do bar naquela noite. Passaram o resto de seus dias amargando a seca e invejando quem quer que fosse que tocasse qualquer coisa.

Aposto que na listinha de resoluções de ano novo dos dois tem:

* Aprender a tocar violão!

HAHAHAHAHHAHAHAHAHHHAHAHAHAHA

h1

Money, money, money, mooooooooooney!

janeiro 19, 2009

Estava a amiga lá, interneteando pela manhã como desculpa para não trabalhar efetivamente, quando dá de cara com a seguinte notícia:

Homens mais ricos dão mais prazer às mulheres, afirma pesquisa

Para cientistas, freqüência de orgasmos pode ser conseqüência de evolução.

 – Homens mais ricos proporcionam mais prazer às mulheres durante relações sexuais, segundo afirma uma pesquisa recém-publicada de dois cientistas da Universidade de Newcastle, na Grã-Bretanha.

Segundo o estudo, quanto mais rico é o parceiro, mais freqüentemente sua parceira chega ao orgasmo.

Os autores da pesquisa acreditam que esse resultado é condicionado por uma “adaptação evolucionária” que faz com que as mulheres instintivamente selecionem seus parceiros de acordo com a sua percepção de qualidade.

Para chegar à conclusão, os evolucionistas Thomas Pollet e Daniel Nettles usaram informações de uma pesquisa chinesa que contém a maior base de dados já coletada sobre estilo de vida, saúde e família.

Ela inclui informações pessoais e detalhes sobre a vida sexual de mais de 5 mil pessoas em toda a China, baseadas em entrevistas e questionários.

Dentre as 1.534 mulheres com maridos ou namorados que responderam à pesquisa, 121 delas disseram sempre ter orgasmos durante suas relações sexuais, 408 disseram ter orgasmos com freqüência, 762 tinham orgasmos “às vezes” e 243 raramente tinham orgasmos.

Esses resultados seguiriam um padrão semelhante ao verificado em países ocidentais, segundo os autores do estudo.

Influência

Entre os fatores identificados pelos pesquisadores como influências na freqüência dos orgasmos relatada pelas mulheres, a riqueza do parceiro foi o mais determinante, segundo os pesquisadores.

“O resultado da pesquisa parece consistente com a idéia de que o orgasmo feminino evoluiu a partir de uma função evolutiva”, afirma o psicólogo Thomas Pollet, um dos autores do estudo, publicado na revista especializada Evolution and Human Behaviour.

“O orgasmo serve para selecionar entre os machos com base em sua qualidade. Assim, deve ser mais freqüente nas fêmeas unidas a machos de alta-qualidade. Parceiros mais desejáveis levam as mulheres a terem mais orgasmos”, afirma Pollet.

Segundo Pollet, a influência do nível de renda sobre a freqüência de orgasmos parece ser ainda maior que outros fatores, como simetria corporal ou atratividade, apontados em estudos anteriores. BBC Brasil

 

EU JÁ SABIA, ALIÁS, TINHA CERTEZA!!!!

h1

Ajuda de amigo

janeiro 16, 2009

Alguns amigos sempre me dizem que nada na vida é de graça, toda ação requer uma contra prestação. Enfim…

Eu tenho um amigo super prestativo e tals.  O rapaz foi passar o reveillon com os amigos numa ilha perdida num paraíso bem próximo.

De olho na mulherada, o rapaz sempre estava pronto para ajudar quem precisasse (leia-se as menininhas da redondeza).

Num dos dias, chovia torrencialmente na ilha (como diria meu amigo português), e a galera que estava nos campings ficou de fato em apuros. Barracas sendo alagadas, lama, uma caca!

Meu amigo, sempre com ótimas intenções, foi averiguar o que se passava meio as barracas. Não mais que de repente, uma garota que havia conhecido na noite passada pediu gentilmente sua ajuda, para carregar alguns tijolos e formar uma barreira, de modo a isolar a barraca da bonita da lama. E lá se foi meu amigo, com a maior boa vontade, erguer um muro de berlim para proteger a morada da donzela.

Depois de um longo trabalho com os tijolos, meu amigo praticamente salvou a noite da mulé. Cansado, meu amigo esperava por, no mínimo, um beijinho de agradecimento.

Mas não foi nessa noite…. a menina, ficou eternamente grata, e com dois tapinhas no ombro do rapaz disse: muito obrigada, você me salvou!

O amigo em silêncio pensou: ah, que bom, mas e aí?

Bom, e aí nada aconteceu, só levou dois tapinhas carinhosos no ombro, voltou para seu quarto puto e contou aos amigos:

“Caraca! E eu achei que ia pegar as mina, mas só carreguei tijolo!”

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!

%d blogueiros gostam disto: