Archive for the ‘uó’ Category

h1

Amiga que ama um tal de Marcelinho

abril 19, 2012

Que mulher que não gosta de bater um bom papo, tomar umas cervejas, fumar uns cigarros e bater papos sem fim?

Mas como todo papo uma hora acaba sempre tem aquela amiga que sempre adora compartilhar  vídeos engraçadinhos da internet.  Numa noite dessas ela nos apresentou um tal de Marcelinho, um boneco que conta histórias safadas na internet.

Vejam aí o que acham!

No canal da Alta Cúpula tem muito mais http://www.youtube.com/user/altacupulavideos

h1

Vida de solteira – Esse eterno episódio de seinfeld em looping.

setembro 26, 2011

Todo mundo sabe que a vida de solteira é essa eterna brincadeira com mix de armadilha de satanás, mas as vezes o roteirista da vida é tão infame, tão infame que a vida começa a virar um episódio de Seinfeld em looping infinito. É exatamente isso o que aconteceu com uma amiga cuja a história vamos contar a seguir.

A amiga em questão é solteira e adora cair na noite. Eis que em uma dessas noites ela foi em uma super festa e estava lá, bela e faceira dançando enquanto seus amigos estavam devidamente ocupados. De repente, não mais que de repente chega um moçoilo e puxa conversa. A amiga nem dá ouvidos e fala “Moço, entao.. Não quero conhecer ninguém não, to aqui me curtindo etc” e o moço insistiu “Mas deixa eu só te conhecer, pegar seu telefone, te achei interessante… Te observei a noite inteira.” ‘Tá bom vai, vamos la fora fumar um cigarro”.Foram, e amiga não tava fazendo nada mesmo e resolveu dar uma chance pro rapaz. Se beijaram e ui, o rapaz beijava super super super bem. ‘Huuummmm, com um beijo assim imagine o resto” pensava a amiga enquanto o rapaz desfiava mil elogios à amiga ‘Como você é linda” “É um PRIVILÉGIO te conhecer” etc. Foram pra casa da amiga, que mora sozinha, e tiveram uma noite memorável. Super conexão, tudo lindo, o moço era bom em tudo. Ui. Ao sair da casa dela pegou seu telefone e disse que retornaria assim que voltasse de viagem, o moço é fotógrafo e foi fazer umas fotos fora da cidade e a moça lhe deu um beijo e suspirou pensando “Acertei na loteria, um fuck buddy bom de cama e interessante”. Porém, como diz uma outra amiga: ‘Jacaré ligou? Nem ele”. Sumiu do mapa! Nem sinal de fumaça ele mandou. A amiga ficou magoada, e mesmo sabendo só o primeiro nome dele ainda tentou fazer um stalking, sem sucesso. Ficava criando teorias “Por que raios ele não me ligou? Será que eu fiz algo de errado? Será que o cel foi roubado?”. Bom, a paranóia durou 1 semana e meia porque né? A vida anda e não dá pra ficar esperando nada de ninguém.

Eis que, uns DOIS meses depois a amiga havia combinado de ir na mesma festa onde conheceu o rapaz, e um amigo dela, que estava na primeira vez e também o conheceu na ocasião, estava lá antes dela e o rapaz o reconheceu. Perguntou sobre a amiga, disse que tinha a procurado mas que o telefone que ele havia anotado estava errado, pediu o certo para o amigo dela que prontamente disse “Relaxa ela vem aqui e te passa pessoalmente” Nesse momento a amiga estava saindo de um bar e recebeu uma msg do amigo “Amiga, você não vai acreditar. O fotografo ta aqui e perguntou de vc. Disse que ta com seu tel errado, por isso o sumiço. Disse que vc tava vindo pra passar o certo!” Ui! A amiga super se animou, ficou passada com a historia toda e CLARO foi lá fazer o que tinha de ser feito. Chegou na festa e em 5 minutos eles se encontraram, e em mais 5 ficaram. Tudo lindo, o moço pediu desculpas, super beijo again… só no romance. Foram embora juntos e a noite deles foi ainda melhor! Porém, depois de um tempo a amiga acorda com o moço se vestindo meio apressado e não eram nem 10 da manhã” ‘Por que vc vai embora? Fica aí vai” pediu. “Não, não posso, tenho que ir etc” a amiga desconfiou, mas ok. Aí disse “Ué, não vai anotar meu numero certo?” “Ah, claro! Aproveita e anota vc mesma”. Tolinho… rs. O moço possui um Iphone e todos sabem que basta vc colocar os primeiros números que o contato correspondente aparece e… O NUMERO DA AMIGA APARECEU. Ha ha ha. Na hora ela riu e disse ” Ih, essa história de numero errado não colou hein? Olha o meu número aqui”. Vish, o moço ficou hiper sem graça e deu aquela desculpa esfarrapada. A amiga é claro, fingiu que aceitou mas assim que o moço foi embora ligou o computador e foi stalkear baseada nas informações colhidas na noite anterior. O moço trabalha com um fotógrafo famoso e tinha dito isso, claro que a amiga lembrou e não demorou nem 10 minutos para achar o perfil dele no facebook. E NÃO É QUE O RAPAZ NAMORA MINHA GENTE? (Uma namorada bem desprovida de beleza, diga-se de passagem) e pelo o que a amiga pode perceber, esse namoro não é de hoje não. Fotos de aniversários de familiares e ele lá pagando de namorado fiel. AHAM, SEI. A amiga não se fez de rogada e mandou uma mensagenzinha pra ele no Fb “Queridinho, não precisava de toda essa história…” (E não obteve resposta, por supuesto) E não precisava mesmo!Mentiroso compulsivo e sem caráter foram as duas primeiras coisas que vieram à cabeça da amiga. E só ele quer ser esperto né? Aff. Insistiu pra ficar na primeira vez e depois inventa uma historia absurda que não foi capaz de sustentar. Coitada da namorada, que provavelmente deve se sentir a mulher mais amada do mundo e na verdade tem um belo de um zé mané ao seu lado.
Ah sim, e tem a cereja do bolo! No perfil do moço, na parte da auto descrição está escrito “SOU UMA PESSOA MARAVILHOSA” (Não vou rir, não vou rir, não vou rir, não voKkkkkKKKkkkKkk)
A parte triste da história é que a amiga havia falado para o amigo que estava com ela na balada pra ele dormir na casa dela pois era mais perto da festa e havia um quarto sobrando. Porém, ela trancou a porta e deixou o celular e capotou depois da noite animada que teve. Quando pegou o celular haviam mensagens e ligações e ela queria morrer! Comprou um presentinho de desculpa, mandou mensagem mas ainda não obteve resposta. O amigo ficou mesmo magoado.

E é essa a vida que vai sediar a Copa de 2014 AND as Olimpíadas de 2016. RYSOS.

h1

Garganta Profunda

setembro 9, 2010

Umas manha dessas minha amiga acordou excitada ao ver que seu bofe acordara de pau duro. E cá entre nós, nada melhor do que acordar o homem com o melhor dos presentes, uma bela chupada!

Pois bem, a amiga animadíssima comecou a trabalhar. Trabalhou tanto que o rapá super empolgado, fez diversos movimentos vai e vem profundamente na garganta da menina. Com tantas idas e vindas, nao deu outra, no meio do trabalho, num momento de empolgacao máxima a amiga simplesmente VOMITOU!!!!

Sim, o negócio foi tao fundo que a menina nao aguentou e vomitou. Saiu correndo com vergonha e nojo tudo ao mesmo tempo!

Sem maiores complicacoes a amiga lavou o rosto, bochechou uma água, deu a volta por cima e terminou o trabalho!

h1

Motivo de quê?

janeiro 22, 2010

Eu tenho uma amiga… Quer dizer, o meu amigo tem uma amiga que protagonizou uma cena engraçadíssima, que ele vive contando pra todo mundo. Acho digno compartilhar com vocês.

Era uma vez uma amiga toda nervosinha que trabalhava no atendimento de uma empresa. Um belo dia, o pessoal de T.I. da empresa fez alguma cagada muito grande que prejudicou o setor da amiga. A moça não pensou duas vezes: dirigiu-se à sala do povo de T.I. e chegou armando o maior barraco, gritando com o cidadão responsável:

– Escuta, quer dizer que vocês fazem as merdas por aqui e depois sobra pra gente? Assim não dá! Vocês fazem cagada e eu é que viro motivo de XOXOTA!

De repente, todos os técnicos de T.I. que estavam quietinhos em suas mesas congelaram, tiraram seus fones de ouvido e começaram a prestar atenção na conversa. O chefe do departamento olhou bem pra cara da louca e perguntou:

– Fulana, vira motivo de quê?

E a louca continuava gritando, cheia de razão, apontando o dedo pra si mesma:

– De XOXOTA! Eu viro motivo de XOXOTA!

Após uma gargalhada geral, a bonita voltou para o seu canto puta da vida, sem entender ainda a asneira que tinha falado. A chefe da bonita perguntou a ela o que estava acontecendo e ela repetiu a história toda, usando novamente o mesmo termo infeliz.

– Motivo de quê, fulana?

– Motivo de XOXOTAAAAAAAA!

– É chacota, criatura, MOTIVO DE CHACOTA!

Depois dessa, é óbvio que a coitada virou motivou de xoxota mesmo. De xoxota, de chacota, de qualquer coisa.

h1

Queda livre

janeiro 4, 2010

Queridos leitores, vamos dar início aos trabalhos deste belíssimo novo ano com um causo que se passou com uma nova – e já queridíssima – amiga durante uma viagem de reveillon, há alguns anos.

Eu tenho uma amiga que foi com um pessoal para a Guarda do Embaú, em Santa Catarina, passar o final do ano. Logo nos primeiros dias, ela conheceu um espanhol gatíssimo, pegou o cara e grudou nele a viagem inteira. Tudo estava lindo entre os dois, a amiga já caidinha de paixão pelo bonito, quando eis que no último dia de balada, ela me inventa de ir para um pico novo e desconhecido, onde, obviamente, o espanhol não estava.

Sozinha na noite enquanto suas companheiras de guerra se atracavam com bofes pela boate, a pobre amiga começou a ser vergonhosamente xavecada por um japonês esquisito. Estava ela lá, morrendo de tédio, quando eis que o espanhol aponta na porta do lugar, acompanhado por um amigo dela. É claro que a moça começou a se sentir a última Trakinas do pacote, afinal de contar, o gatinho tinha ido até um lugar X atrás dela.

Enfim, ela largou o japa falando sozinho e foi correndo ao encontro do latin lover. Ele disse que a estava procurando havia um tempo e convidou-a para sair da casa e “tomar um ar”. Pensamento instantâneo: é hoje, Brasil! Saíram, estavam andando lá foram, quando o espanhol virou para a amiga e disse “estás muy guap…”. Não conseguiu completar a frase. No meio do “guapa”, a pobre coitada pisou em falso e despencou de um barranco. Foi caindo e trepidando, tentando de alguma forma manter-se em pé, mas quanto mais tentava, mais feio ficava o tombo.

Depois de uma boa rolada na grama, ela se levantou, com a ajuda do moço, que mostrou preocupação com seu estado. O máximo que a coitada conseguiu dizer depois dessa foi um atrasadíssimo “gracias”.

Em uma única palavra? Desnecessário. Maldito Murphy que decerto não come ninguém e fica aí, empatando a foda dos outros. Ta louco!

*** As cinco amigas que alimentam este humilde blog aproveitam o primeiro post do ano para desejar um feliz 2010 a todos os queridos leitores. Como diria um brother aê, muita SAÚDE e SENSUALIDADE pra todos nós. Afinal, de que mais uma criatura precisa nessa vida, não é mesmo?***

h1

Amiga de filha da puta!

novembro 12, 2009

Eu tenho uma amiga que numa bela noite de ócio foi na casa de uma amiga. Depois de uma meia hora chegou outra amiga com dois amigos gays…

Conversando putaria pra lá, pra cá, uma amiga veio e falou:

– Putz, to mal, peguei um cara que fulana tava afim…

A outra pensou um pouco e respondeu:

– Putz, eu tb peguei um cara que a mesma fulana tava afim…

A terceira se vangloriando de não ter feito essa cachorrada foi surpreendia pelas duas amigas:

– HAHAHAHAHAHHA vc tb pegou um cara que a mesma fulana tava afim…

Poisé, amigo de filho da puta é assim: deu mole, créu! ficadica

(detalhe que cada uma furou os olhos da amiga em épocas distintas)

h1

Motoca!

novembro 5, 2009

motoboy_revistinha1

Estes dias eu estava no apartamento de uma amiga em um reuniaozinha feminina.

Cerveja pra la, cigarrinhos do artixta pra ca.

Uma das amigas solta:

– Cara e ela que pegou o motoboy da firrrrmma!

Tooooddoo mundo riu.

Daqui a pouco uma outra menina fico com cara de pensativa e diz:

– Cara e eu que CASEI com um MOTOBOY !!

Silencio no ambiente. Ela tem o ZAP.

 

hahahaha. Morri.

h1

Swingando!

julho 26, 2009

Eu tenho uma amiga que se meteu numa cilada bonita no último dia dos namorados! É nisso que dá sair na rua solteira num dia como esses. Ai, Bino, que cilada!

Vamos chamá-la de nº 1. Amiga nº 1 não tinha nada pra fazer dia 12 de junho. Eis que amiga nº 2 a chama no MSN desesperada, dizendo que não queria ficar na derrota, porque o peguete amado da vida dela estava viajando, e ela ficou aqui sozinha. Ela então ligou e disse pra irem com uma amiga dela, a amiga nº 3, a um bar que, teoricamente, era bom pra “paquerar” – ô termozinho infeliz.

Chegaram lá, lindíssimas, encontraram a amiga nº 3 e três amigos, que infelizmente eram impegáveis – uma pena, pois eram riquíssimos. Enfim, conversa vem, conversa vai, só tinha gente feia e derrotada no bar (as pessoas bonitas e vitoriosas estavam metendo, afinal, era dia dos namorados, porra!), quando o grupo começou a cogitar ir pra alguma balada. Sem comum acordo, a amiga nº 3 LOCA DO EDI sugeriu “vamos no swing”? O que nº 1 pensou, analisando o contexto: “estou na companhia da amiga nº 2, ela nunca vai topar”. E não é que a desgraçada não só topou como encheu o saco pra ela topar também?

Aí foram, teoricamente em três casais. Já chegaram causando, pois nº 1esqueceu o nome do menino que entrou com ela, pagando mico geral diante dos funcionários da casa. Entraram, tomaram uma tequila e observaram a situação: tava LOTADO. Cara, casa de swing lotada no dia dos namorados! O grupo em questão só ria de tudo e todos, estava na cara que tinham ido só pra zuar.

Alguém então deu a idéia de jirico, foram todos visitar o tal labirinto e começou a putaria: gente metendo COMO SE NÃO HOUVESSE AMANHÃ, boquetes, pintos, bucetas, tudo à mostra pro Brasil ver.

E pior do que minha amiga, que tomou várias atoladas de mão na bunda, foi um dos caras que encontrou um conhecido! Um velho de uns 60 anos, parece brincadeira! O tiozão levou o pessoal todo em excursão, praticamente um city tour, e ficava falando bem alto, no meio dos sussurros do povo que estava trepando: “aqui como vocês podem ver está rolando uma suruba, ali tem um casal que está tímido, nesta sala, pelo barulho, está rolando sexo selvagem”, enfim, a várzea.

Eis que então o brother que entrou como par da amiga nº 1 resolve tentar comê-la; ela estava boa de dar pra ele, e ficou só saindo à francesa. Eis que então o brother que entrou de par com a amiga nº 3 também tenta comê-la (a nº 1), e ela, novamente saindo à francesa, fui procurar o primeiro, seu par original, para irem pagar e vazar, pois era tarde e tinha muita gente pelada ao redor. Quando amiga nº 1 entra em uma das salinhas à procura do bofe, o que vê? Seu par sendo chupado por uma loira belzebu e o par da amiga nº 3 olhando e batendo uma. A amiga saiu correndo, a nº 2 que estava com ela também, aí o terceiro menino foi lá, rodou a baiana e conseguiu arrancar os dois da putaria, para que todos fossem embora.

Mas sabem o que foi mais engraçado de tudo? A minha amiga ganhou, do par dela, cujo nome ela esqueceu e cujo pau foi chupado pela loira, uma rosa lá dentro. E foi a primeira vez em 20 e alguns anos que ela ganhou uma flor de alguém no dia dos namorados! Romântico, não?

(Ah, e antes de terminar, esse causo é dedicado a um amigo que saberá que estou falando dele quando ler isso aqui. ;D)

h1

Tri-va…. alguma coisa

julho 21, 2009

Buenas tardes amigas e amigos leitores desse blog.
Anteontem me contaram uma história que eu não poderia deixar de compartilhar por aqui.
Eu tenho uma amiga, super amiga, que nunca havia ido ao ginecologista e teve tal experiencia nos últimos dias. Fomos almoçar e papo vai papo vem, caímos no assunto ginecológico.

A menina foi a uma médica, fez seus exames papa tal e tudo bem, que receitou uma pomadinha intra-interna (ahah) para curar um pequeno machucado em seu colo do útero. Passou na farmácia antes de chegar em casa, para já usar o remédio ainda naquela noite.

A medica havia recomendado: usar após o banho, antes de dormir. Até aí beleza. A amiga exausta, após um dia de trabalho, tomou seu banho ultra relaxante e se deitou para então utilizar tal pomada, que veio com aqueles aplicadores ginecológicos quase mágicos, tipo colocador de O.B., sabe?

not_11

Posintão. A menina tava que tava, e sem querer querendo, teve mais prazer com a introdução do aplicador do que ela mesma imaginava.

Fiquei chocada! ahahah!!!

h1

Clueless! less! less!

março 3, 2009

Pq tem homem que MERECE um par de chifres

Eu tenho uma amiga que namorou um bom tempo um cara completamente clueless. A bonita se arrumava, saía linda, parava a balada e o tal do namorado nem tchum… O descaso A falta de noção era tanta que ele nem bem dava a mão pra garota… PÉSSIMO!

Numa dessas saídas boring de casal, os dois sentaram na mesa de um bar que costumavam frequentar toda semana e fizeram amizade com um jornalista australiano de passagem por sampa. O gringo louco, bebendo sozinho, resolveu acompanhar os namorados – veio e sentou ENTRE os dois. O namorado não viu problema algum e ainda abriu espaço.

Blablablá pra cá, blablablá pra lá, o australiano, mal intencionado, começou a roçar na perna da gata garota por baixo da mesa.

O namorado, com a cara pra cima, dava corda pra conversa e nem imaginava o que acontecia um pouco abaixo de seu campo de visão. Completamente idiota avoado, ele levantava, ia ao banheiro, e instigava (inconscientemente) cada vez mais o jornalista down under decidido a viver perigosamente. A namorada, PUTA pq se dava conta de que seu parceiro ou era um completo imbecil ou tava realmete cagando pra ela, resolveu dar trela pras investidas do companheiro de profissão.

canguru“I come from a land down under
Where beer does flow and men chunder
Can’t you hear, can’t you hear the thunder
You better run, you better take cover.”

A um certo ponto da conversa a situação ficara ridícula. O australiano metia a mão cheia de vontade vestido acima da garota, enquanto o TOURO comentava suas proezas profissionais e tentava impressionar seu mais novo amigo, sem perceber o real interesse do moço.

E, quando você pensa que tapado é pouco, o namorado resolve ir embora. A moça logo pensou: Pronto, ele percebeu! ALELUIA!

Ops, engano.

– Porra, cara, legal te conhecer. Anota o tel da minha namorada que a gente marca alguma coisa.

NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Sim, foi o que ele fez. O australiano ligou incessantemente pra menina boazinha que, presa aos bons costumes, nunca mais marcou nada e terminou seu namoro tempos depois orgulhosa de sua fidelidade praticamente canina. Hoje ela vê o quanto ele realmente merecia o título de signo do zodíaco. Uma experiência que ela guarda pras suas futuras relações.

 

%d blogueiros gostam disto: