Archive for the ‘amigo’ Category

h1

“Um bom anfitrião cristão divide a carne e o pão”

maio 14, 2012

Nós aqui do “Eu tenho uma amiga” não somos lá super experts quando o assunto é religião, mas sabemos que um bom anfitrião cristão é aquele que sabe receber, agradar e acima de tudo que sabe DIVIDIR o que possui com seus ~irmãos~.

Pois bem, nós temos dois amigos que aqui vamos chamar de amigo 1 e amigo 2 que conheceram de fato essa figura rara que é o anfitrião cristão. Os dois tem muitos amigos e amigas, entre elas vamos destacar uma em especial, aquela menina super amiga sabe? A famosa AMIGA DA GAROTADA = dá tudo e não cobra nada.  Acontece que essa amiga tem um namorado que, CLARO, mora em outra cidade, o que a deixa livre para pegar deus e todo mundo nas horas vagas.

Um belo dia a amiga chegou na casa do amigo 1 e o convidou para sua festa de aniversário que seria no interior, na casa do seu namorado = anfitrião cristão, no próximo final de semana e ainda prometeu que todas as suas amigas estariam lá super dispostas a conhecerem seus amigos da Capital. O amigo 1 então prontamente ligou para o amigo 2 e o convenceu a seguir rumo a essa outra cidade para ir de encontro  ao ~tesouro~ que os esperava.

Chegado o grande o dia os amigos acordaram cedo e já colocaram o pé na estrada. Algumas horinhas depois chegaram ao local da festa e estava tudo como havia sido prometido: churrasco, cerveja, sol, gente bonita, clima de paquera e muitas meninas ávidas por ~conhecer melhor~ os tão famosos caras da cidade grande.

O anfitrião também foi muito simpático com os amigos da namorada, ofereceu-lhes inclusive a casa dele para que dormissem lá e não pegassem a estrada bêbados, um a-m-o-r de menino. RISOS.

Pois bem, o tempo foi passando e a bebida foi entrando… Quando os amigos se deram conta estavam cada um com uma menina (muy hermosas, diga-se de passagem) e se pegaram loucamente com elas até que… elas tiveram que ir embora… porque… ELAS TAMBÉM TINHAM NAMORADO. Será que é moda e a gente não ficou sabendo?

Well, moralismos à parte (afinal quem nunca pegou gente comprometida e/ou deu uma puladinha de cer… hum, deixa pra lá) Os amigos se viram lá sozinhos e resolveram :

1)      ir dormir? R: NÃO

2)      continuar bebendo até não poder mais? R: CLARO.

Beberam, beberam e beberam até que a amiga resolveu com a cara mais deslavada possível dar AQUELA dispensada no namorado dizendo: “Amor, vai indo pra cama vai? Vou beber um pouco com os meninos e já vou… me espera” HUM SEI.

Continuaram bebendo e o clima foi esquentando… entre os três. A amiga (que já tinha ficado/transado com os dois amigos em momentos diferentes) não se fez de rogada e deixou que os dois começassem uma bela preliminar ali mesmo, na casa ao lado da onde o namorado estava ~esperando~ por ela.  Um brincando de ‘Eliana e os dedinhos’ e o outro recebendo um belo blow job.

A coisa foi esquentando e em um lapso de lucidez o amigo 1 se deu conta da merda que aquilo poderia dar e abandonou o barco indo dormir no quarto ao lado, já o amigo 2 seguiu à risca aquele velho ditado “o que é um peido pra quem ta cagado?” e finalizou o serviço sem medo de ser feliz.

Terminado o serviço a amiga colocou as roupas EMBAIXO DO BRAÇO e seguiu PELADA até o quarto do amado. Tá achando que ela virou pro lado e dormiu? Virou nada! Aproveitou o embalo e já cumpriu seu dever de namorada! Disposição é isso minha gente.

No dia seguinte, ainda meio bêbado o amigo 1 acordou, foi se lembrando dos últimos fatos da noite anterior e tremeu :“Caralho, será que amiga ta dormindo no outro quarto?”. Saiu correndo já prevendo o rebosteio que ir dar se o namorado visse a suposta cena do crime. Por sorte encontrou o amigo 2 dormindo tranqüilo e sem pensar duas vezes o acordou dizendo: “Vamos embora daqui antes que alguém desconfie de algo” e saíram praticamente fugidos do sitio de volta à Capital.

O namorado da amiga acordou belo e faceiro algumas horas depois super feliz e ainda mais apaixonado pela namorada. Da próxima vez, é capaz de servir até cafezinho antes de eles irem embora.

É isso que a gente chama de SOLIDARIEDADE.

Anúncios
h1

Sorria, você está sendo filmado

outubro 13, 2011

Faz tempo que não postamos história de amigo aqui, né? Pois lá vai uma muito boa, que aconteceu faz mais ou menos um ano e que precisa ser compartilhada com o mundo.

Um amigo nosso foi a uma baladinha hype bem famosa da noite paulistana que acontece uma vez por ano. Para não perder a viagem, o bonito se estragou no álcool e ficou virado no Jiraya. Até mosh do palco durante um show ele deu – eu até publicaria a frase emblemática que ele soltou ao final do ato, mas ia denunciar demais o autor.

Enfim, tava lá locão, descolou um boy magia (ou nem tão magia assim, enfim) e resolveu ir pra casa do rapaz, que era ali pela região mesmo. Foram a pé, chegaram lá, começaram a se pegar loucamente na sala, aquela coisa toda… Eis que o dono da casa lança: “vamos ali no terraço?”. Beleza, né, saíram os dois, pegaram o elevador, subiram até o topo do prédio, olharam lá de cima e resolveram voltar porque estava muito frio – pelo que eu me lembro, foi tipo a noite mais fria do ano passado. De volta ao apê, fizeram amorzinho gostoso e meu amigo vazou quando já era dia bem claro.

O lindo passou na padoca, tomou um café, foi até a casa dele, dormiu… Quando acordou, estava numa ressaca monstruosa e com sérias dificuldades de se lembrar dos detalhes da noite anterior. Entre um copo d’água e outro, ele começou a recapitular a ida pra casa do fulano, a pegação… OH NÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Ele então se lembrou de ter subido até o terraço do cara numa boa. Porém, na hora, ele e o peguete não atentaram a um detalhe importantíssimo. Ele estava nu. PELADO. Sem roupa, sem nem cueca. E andou de elevador no prédio dos outros. Imagina se entra uma velhinha indo comprar pão. Imagina a cara do porteiro, um tiozinho evangélico que entra no serviço às 6h da manhã pra ver vagabundo pelado dando rolê pelas câmeras de segurança! Que horror, minha gente, que horror.

Se a intenção já era não fazer “follow up” com o menino, depois de lembrar-se do ocorrido é que o amigo nunca mais quis saber dele mesmo. Tudo para evitar o constrangimento de encontrar o tio da portaria novamente e ganhar aquele olhar de “eu já te vi pelado”. Desnecessário.

h1

Eu tenho uma amiga: REMEMBER COLLEGE

outubro 5, 2011

Este post é mezzo piada interna. Nos desculpem, mas PRECISAVA ser publicado. UM BEJ a todos os envolvidos!

Eu tenho umas amigas que estudaram juntas na faculdade e que são amigas até hoje.

Dia desses uma dessas amigas estava dando uma olhada nuns e-mails antigos e achou um trabalho que foi feito para uma aula de jornalismo, que tinha uma professora muito brava e muito séria. As meninas, visivelmente sem saco… e talvez sem muito talento… resolveram improvisar e usar um amigo como material de experimento. A missão? Transformar uma pauta feminina em uma pauta para revista masculina. Saca só o planejamento:

Nome do experimento: R.S. (podemos dizer que o entrevistado preferiu que não usássemos seu nome verdadeiro. Neste caso, podemos chamar ele pelo apelido, HORÁCIO eaehauehauheuaheuaheuahuehauehauheauheua! Vamoooos, vai???) 24 anos, formado em Educação Física, trabalha como personal trainer (particular e em academia) Tem duas namoradas no histórico: a primeira é nossa amiga Rê Bordosa (“Nosso namoro era mais uma amizade. A gente vivia no bar e se divertia horrores juntos”). A segunda foi a Paula (não Rita, uma outra). Namoraram por um ano, aí ela se mudou para o Espírito Santo. Continuaram um tempo à distância, mas ele terminou. Aí no começo deste ano ela voltou para São Paulo e os dois reataram. Há cinco meses, Horacio terminou com ela (“Fui eu quem terminou o namoro, e o pior é que eu tenho certeza de que a Paula era a namorada perfeita para mim” Terminou por quê então? “Sei lá, acho que eu não sei ser namorado”)

Temos que decidir qual é o problema do Horacio. Não pode ser “Ai, quero arranjar uma namorada e não consigo”, porque isso é bichice de revista feminina e nunca sairia numa revista masculina. Juntando o que já ouvi dele e dos amigos (entenda-se Quasímodo), pode ser algo do tipo medo de compromisso (“Não posso reclamar das mulheres que conheci na minha vida, todas elas eram fantásticas. Mas não sei, chega uma hora em que me dá uma coisa e eu não sei o que quero, aí acho melhor ficar sozinho. É como se eu estivesse ouvindo uma música legal no rádio, mas aí penso: “e se tiver uma música ainda mais legal tocando na outra estação ao mesmo tempo?”. Então acabo trocando de estação para estação, sem parar em nenhuma por muito tempo, assim como faço com as mulheres” / “Minha última ficante me deu um fora na semana passada por email. Ela disse que não conseguiria falar comigo pessoalmente. Estávamos ficando há uns quatro meses e, segundo ela, o problema foi que eu não fiz nada”).

Nossa solução para isso: parar de ser uma anta e se tocar de como tem sorte em ter mulheres tão melhores que ele assim, à disposição. Tá, não podemos escrever isso, é melhor guardar para nosso manifesto feminista… mas pode ser algo do tipo: Horácio se apaixonou pela Paula, uma hora se cagou de medo e se assustou sabe-se lá porque, e fugiu. Seu problema é que até hoje não conseguiu superar a ex. Acha que vai se esquecer dela se ficar pulando de mulher em mulher, e tem medo de se envolver demais com alguma porque vai que se apaixona de novo e ela vira uma Paula 2, O Retorno?

Alguma idéia melhor para definirmos o problema do Horácio?
Temos que definir a questão que incomoda nosso entrevistado. Na matéria da NOVA, isto é “Fulana é bonita, inteligente e bem sucedida, mas não arranja namorado”. Na nossa pode algo como “Horacio conhece e conquista várias mulheres lindas, inteligentes e interessantes, mas não consegue se firmar com nenhuma delas. Por quê?”, sei lá… any thoughts? “Tenho meu código de ética: nunca fico com nenhuma aluna”. Podemos inventar que entrevistamos uma de suas alunas e ela disse: “O Horacio realmente não dá bola pra aluna nenhuma, e deixa bem claro que esse não é o jogo dele. Concordo totalmente com isso, mas só acho que ele não deveria se prender tanto nessa idéia a ponto de deixar de notar alguém interessante, que poderia ser algo mais para ele…”

Sobre a produção: explicamos como o Horacio é (comportamento, visual, etc) e dissemos que combinamos um dia de levar ele pra sair (junto com os amigos, como se fosse uma balada normal) e tentar resolver seu problema. Nessa noite, ele tentou seguir nossas dicas de comportamento e se arrumou melhor.

Na balada: Horacio geralmente não dá muita trela pras meninas na balada. Prefere se divertir na roda de amigos, mas sempre fica de olho em alguém que esteja dando bola. “Não gosto das meninas que são muito fáceis, gosto de um desafio na hora da paquera. Mas também nunca penso em conhecer ninguém interessante na balada. O que todo mundo quer nessa hora é se pegar, então pra quê perder tempo conversando?”. Errado, seu estúpido. Podemos dar a dica para o Horacio prestar mais atenção às pessoas que conhece na balada, e não ter medo de perder tempo com alguém que tenha um papo legal. O desafio é levar esse mini-relacionamento pra fora da balada, não deixar a coisa morrer ali mesmo onde começou. (Deus do céu, de onde estou tirando essas coisas ehauehauehauheua???)

Desempenho na nossa noite no Grazie a Dio: aí temos que inventar o final que queremos para nossa matéria. Temos fotos do Horacio com os amigos, dele no bar com meninas sentadas do lado (aí basta a legenda que a gente quiser: “Horacio nem se toca que a mina do lado tá dando bola”; ou “Em ambientes mais abertos e com mais gente, Horacio fica com vergonha de chegar na menina e puxar um papo, não sabe como conversar”, etc), dele na balada mostrando a roupa, dele xavecando a Sorvetão (tem deles dançando, conversando juntinhos e uma em que supostamente eles estão se beijando). Tem uma outra foto da mina que ele realmente beijou na balada (uma morena X), mas tá meio torta porque eu já tava bêbada e fiquei com medo da mina perceber a câmera e vir brigar comigo hehehe.

Placar: podemos dizer que ele seguiu nossa dica, deu bastante bola pra Helô, conversaram um tempão e aí ficaram. E ainda podemos falar que os dois trocaram telefones, que ele (instruído por nós, lógico), ligou pra ela e marcou um programa, os dois se viram de novo e está tudo bem. Aí podemos ter aspas dos dois, tipo, será que vira namoro, quais as chances, etc heuaheuaheuaheahe? Ou podemos falar que ele tentou seguir nossa dicar e xavecar a Helô, mas tomou um fora e acabou pegando a mina X. Ou ainda podemos dizer que ele pegou a Helô e depois, putão que é, ignorou nossas dicas e pegou a mina X, na frente da Helô, que viu tudo e armou o maior barraco. O bofe é meu, olha a facaaaaaaaa!!!

Depoimentos dos amigos: “O Horacio é o cara mais boa pinta da turma e as mulheres sempre ficam nos pés dele. E ele aproveita sempre que pode. Mas quando namorava a Paula virou outro, completamente apaixonado” / “O Horacio não se preocupa muito com o visual não. Em casa, no shopping, no bar ou na balada, as chances são que você vai encontrar ele de regata, calça jeans velha, boné, papete e meia, às vezes colorida”.

Podemos fazer uma lista dos erros dele que corrigimos, tanto de look quanto de comportamento, etc:

trocar a papete por um tênis bacana: temos foto da papete do Horacio e do tênis bacana do Luis. O problema é que o chão nas duas fotos é igual e a calça do Horacio é mais escura que a do Luis. Temos que ver como colocar essas fotos pra não pareer gambiarra.

trocar as regatas por qualquer coisa melhor: não temos fotos dele de regata, mas podemos dizer que os amigos falaram que ele sempre vestia. E na balada ele estava com uma camiseta preta.

cabelo: podemos falar que ele nunca parava pra pentear o cabelo, que é curtinho, e sempre usava boné. Mas nós demos um toque pra ele pentear sim e ainda passar um gelzinho pra modelar, como ele está na balada (ai que bichice!)

comportamento na balada: prestar mais atenção às pessoas que conhece na balada, e não ter medo de perder tempo com alguém que tenha um papo legal. O desafio é levar esse mini-relacionamento pra fora da balada, não deixar a coisa morrer ali mesmo onde começou.

comportamento no trabalho: manter sua ética, mas não deixar suas próprias regras e crenças, tanto no trabalho quanto em outras situações, descartarem completamente pessoas que podem ser muito interessantes. Ninguém vai te condenar se algo de bom começar assim, certo?

AS AMIGAS ESTAO PROCURANDO ESSAS FOTOS DESESPERADAMENTE.

AGUARDEM!

h1

Speed Dating

agosto 30, 2010

Hey amigas!

Se você anda se sentindo caidinha, não tá pegando nem gripe, bora resolver o seu problema!

Eu tenho um amigo que, sem mais nada pra fazer e vagabundeando pela internet, resolveu se inscrever no speed dating. O bonito foi, adorou, e resolveu chamar os amigos. Ele foi de novo e conseguiu arrastar alguns cúmplices… Na terceira edição já era uma galera, uns de espectadores (pq era realmente UM EVENTO) e outros como participantes. Teve amigo que foi até entrevistado por programa de televisão! UIA!

Como funciona:

Você se inscreve e aparece linda e cheirosa no lugar combinado. Lá, várias mesinhas separam casais em potencial. Tem um bofe sentado em cada mesa – ou uma mulher, depende da ordem. Você senta na primeira mesa estipulada e fica por alguns minutos até o cronômetro apitar. Com seu tempo esgotado, é hora de trocar de mesa e bater um papo com o gatinho seguinte.

Detalhe: Cada jovem recebe um papel onde você marca “vou” ou “não vou”. No final da noite, vc sabe quem “vai” ou quem não “vai” em você!

Quer ir?

Dá uma olhadinha aqui.

O Restaurante Chakras também anda promovendo “encontros de solteiros” – vale a pena conferir!

Boa sorte e, claro, nos conte como foi depois!

h1

Byte que eu gosto – Dia do Nerd!

maio 25, 2010

Êeeeee! Hoje é Dia do Nerd, então, sendo assim: PARABÉNSSSSS a todos aqueles que não trocam o computador e o videogame por amiga nenhuma!

PEQUISA MOSTRA QUE NERDS SÃO MELHORES NA CAMA

SÃO PAULO – Um estudo realizado na Inglaterra mostra que os profissionais da área de TI são os mais preocupados com o parceiro na hora do sexo.

A pesquisa, realizada pelo site PS3PriceCompare, perguntou a 2084 homens e mulheres (56% do sexo masculino e 44%, feminino) segmentados em sua profissões algumas questões relacionadas a sua rotina sexual. Quando perguntados se consideravam as necessidades do seu parceiro acima das suas, 82% dos “IT workers” responderam que sim, contra 74% dos segundos colocados, os trabalhadores de escritórios, e 41% que trabalham com esporte e fitness – últimos colocados.

Quando perguntado “Você utiliza regularmente brinquedos sexuais com seu parceiro?”, os campeões foram novamente a turma dos analistas, desenvolvedores, webdesigners etc. Oito em cada dez trabalhadores do setor tecnológico disseram que os “gadgets” para fins sexuais têm papel importante nas suas relações. Os esportistas novamente foram os menos adeptos e esse tipo de criatividade – apenas três em dez utilizam algum tipo de artifício.

Se na qualidade do relacionamento, os nerds dão um banho em outros profissionais, a quantidade já não é tão espetacular. Apenas 38% dos trabalhadores de TI disseram ter relações sexuais três ou mais vezes por semana. Essa frequência foi dita por mais da metade dos trabalhadores de escritório e e por 47% dos profissionais do esporte. Empresários ficaram na lanterna – apenas 21% diz fazer sexo três ou mais vezes por semana.

h1

Essa é nossa vida, esse é nosso clube

maio 18, 2010

Queridos leitores, é importante dizer antes de mais nada que as amigas aqui ficam todas de tpm mais ou menos na mesma época… Vejam o verdadeiro significado de MULHERES A BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS.

Beeeeeeeeeeeijo, tchau!


JURO POR DEUS que procurei MULHERES NERVOSAS no google e apareceu essa foto.

Eis que eu tenho uma amiga que belo dia não conseguia fazer absolutamente PORRA NENHUMA de útil. Sabe quando o dia parece perdido? Poisbem, as coisas no trabalho não davam certo, a bonita dependia de terceiros para resolver maior parte da sua vida, estava agitadíssima, cheia de energia não canalizada.

Não tinha ninguém para conversar então, em um gesto de desespero, escreveu para a sua amiga no Facebook:

AR para RC: “minha casa ta uma bagunça, a faxineira nao vem há quinze dias, nao consigo me concentrar, minha geladeira tá vazia, meus amigos no rehab, minha gata ta doente, tá tocando STAIRWAY TO HEAVEN NA RADIO, o livro nao chega nunca, não consigo emagrecer, nao consigo horario no ortopedista, nao faço mão, pé, sobrancelha ou raíz há mais de duas semanas e agora, pra foder, COMPREI UM NEXTEL. Essa é minha vida, esse é meu clube”

E, digamos, COMEÇOU A PUTARIA. Seguem abaixo os comentários que vieram abaixo do lapso da amiga, que não se tocou que sua msg apareceria para praticamente todo mundo.

R.C: HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA Preciso escrever o meu!

T.K: amigas. vamos fazer um dia de princesa? haha

A.R: vaca!

C.R: Vou copiar a piada.

A.R: enjoy… vou colocar no meu tb como msg subliminar… PENSE ANTES DE FALAR COMIGO

R.C: Não consigo escrever. Faz dois dias que to tentando transformar um release numa matéria e nada. Minhas fontes não me respondem. Eu escrevo sobre caminhões, há dois anos. Minha conta ta no vermelho. Minha pele ta horrorosa. Sei nem desde quando que não cato ninguém decente. Meu braço ta doendo pra caralho por causa da vacina da gripe suína. Bateram no meu carro domingo passado. Meu time ta na merda, e pra completar, agora eu também tenho um nextel. Essa é minha vida, esse é meu clube.

A.R: NAO VAO NOS CALAAAAAAAAAAAAAAR! A vidinha do mv bill ta facil perto da nossa, amiga!

T.K: hahaha amei! posso fazer o meu?

R.C: CHEEEEEEEEEEEGAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!

A.R: faz… a gente vai postar todos no eutenhoumaamiga

A.R: fazzzzzzzzzzzzzzzz t.k.! nao vao nos calaaaaaaaaaaaaaaar

MOMENTO DESESPERO

A.R: acabou o pó de café aqui em casa porraaaaaaaaaaaa

B.S:HAHHAHAHAHHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHHAHAH
AHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHAHHHAHAHAH
HAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHA
HHAHHAHAHAHHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHHAHA
HAHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHAHHHAHAHA
HHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAH
AHHAHHAHAHAHHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHHAH
AHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHAHHHAHAH
AHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHA
HAHHAHHAHAHAHHHAH… AHAHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHA
HAHAHHAHHAHAHAHHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAH
HAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHAHHHA
HAHAHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAH

B.S: respira!

B.S:HAHHAHAHAHHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHHAHAH
AHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHAHHHAHAHAHHA
HAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAH
HAHAHAHHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHH
AHAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHAHHHAHAHAHHAHAHAHH
AHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHAH
HHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAH
HAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHAHHHAH… AHAHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHA
HAHAHHAHHAHAHAHHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHH
HAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHAHHHAHAH
AHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAH
AHHAHHAHAHAHHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHHAHA
HAHAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHAHHHAHAHAH
HAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAH
HAHHAHAHAHHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHA
HAHHAHAHAHAHAHAHAHHAHHAHAHAHHHAHAHAHHA

A.R: tava lembrando aqui… meu primeiro namorado me trocou pelo pivo do time de basquete… caminhao? eu e T.K. ja escrevemos pra opus dei! ZAP

R.C: Gente, isso aqui so piora. Socorro. B.S. delicia, mal posso esperar pra ler o seu!!! Amo-nos!!!

M.K.L: Estou na terceira faculdade e ainda nao terminei nenhum curso. Trabalho com adolescentes, tenho 3 irm… Ver maisãos adolescentes e meu PAI é um adolescente! Estou com olheiras gigantes pq estao reformando o apto em cima do meu 24h por dia. Sou amiga do X e do R ao mesmo tempo. Minhas unhas estão horríveis. Encontrei o único cara gatinho da Letras na Loca ontem. Minha vida amorosa é uma piada. Meu porteiro me olha o O OLHAR de reprovação todos os dias. O cara da conveniencia do lado da minha casa já sabe qual a minha cerveja preferida. Dinheiro na minha mão é vendaval. Me pergunto todos os dias “Até quando?” e, pra completar, tb comprei um nextel. Essa é a minha vida, esse é o meu clube.

A.R: hahahahhahahahahahahhahahh DOENTE.

R.R: KAKAKAKAKAKAKAKKAKAKAKAKA S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L !!!!!!!!!!!!!!!!

R.C: M.K.L., forever in our hearts. F.U.C.K.I.N.G.G.E.N.I.O.U.S.

E.G: Oi, meu nome é Maria Exuarda Tamborindeguy, tenho curso de datilografia certificado pela Olivetti, sou formada em Terapia Ocupacional pela MABATN (Mujeres al borde de un ataque de nervios). Sou cristã,  procuro uma oportunidade na vida amorosa, sou uma mulher feita, pronta para receber a graça da fornicação, somente visando a reprodução e nada mais. Larguei minha vida oca e me afastei das más companhias (amigas solteironas, alcoolatras, saboerias). Sinto que estou formada, agora, comprei um NEXTEL.Essa é minha vida, esse é meu clube.

R.C: And the Oscar goes to…

M.R: na beirinha mesmo… quase lá… thanks god its friday…

L.B: Se tudo der errado, te mato

A.M: Eu NASCI e agora tenho um Nextel. Essa é a minha vida, esse é o meu clube.

J.K (MÃE da nossa amiga M.K.L.): Mais alguma derrotaaaaa? Adorei, há muito tempo que não ria tantoooo garotas espetaculares bjssssssssss

P.S.L: Opa, meu nome eh Paula, eu escrevo eh com H, pq meu computador nao tem acentos. Bom estou no inferno do ultimo ano da faculdade de direito, tenho que entregar minha monografia ate agosto e prestar OAB em janeiro; fui efetivada no banco onde trabalho (juridico trabalhista) no ano passado achando que isso era bom, mas ate hoje so me fodi, me deram METAS pra bater, responsabilidades violentas, e olheras;na minha casa, como diz M.K.L., mora a familia Doriana, o que as vezes eh um porre;moro em Santana ZN, trabalho na estacao Conceicao do metro das 9:00 as 18:30, vou pra faculdade de trolebus (foi isso msm que vc entendeu, trolebus) em Sao Bernardo do Campo das 19:30 as 23:00 e vou pra casa de metro e durmo todos os dias a 1:00 da manha…ah e eu tenho aula aos sabados das 8:00 as 11:40. Na verdade ainda nao comprei um nextel, mas… Essa eh (com H) a minha vida, esse eh o meu clube.

C.R: Há um mês estou com uma dor nas costas que não sara e sempre piora nos finais de semana, depois de muito tempo consegui sair da casa dos meus pais, agora, cada tarefa domestica é um evento, não tenho um relacionamento que valha a pena, e quando acho algum que possa valer o esforço, ]milhares de quilômetros de distância me impedem. Irrito as pessoas sem querer, meus amigos bebem a semana toda mas em plena sexta-feira não tenho cia para sair. Ontem resolvi comprar uma caixa de coxinhas no mercado mas pra me fuder o fabricante acha que ferver óleo em uma panela, jogar as coxinhas e esperar dourar pode ser chamado de “só aquecer”. Bom, também comprei um Nextel mas odeio aquele apito dele. Essa é minha vida, esse é o meu clube.

R.C: “Se isso é aquecer, fritar não sei mais o que é”

M.K.L: Hahahaha. Trolebus!

M.K.L: Ai vou ali “só aquecer” um ovo…

R.C: Trolebus e Nextel, uma combinação fatal

A.M: melhor que essa só activia com johnny walker… e viver cagando e andando…

A.R: andei mto de trolebus! viva o abc, suas horrorosas

h1

O Kama Sutra para nerds

abril 27, 2010

%d blogueiros gostam disto: